Mercado fechado

Abertura de empresas cresceu 17,7% em junho, diz Serasa Experian

·1 minuto de leitura

Dentre as empresas abertas em junho, os microempreendedores individuais equivalem a 78,0% do total O Indicador de Nascimento de Empresas da Serasa Experian mostra que foram criados 277.857 novos negócios em junho, quantia que representa um crescimento de 17,7%, após duas quedas, na comparação ano a ano. Dentre as empresas abertas em junho, os microempreendedores individuais (MEIs) equivalem a 78,0% do total, enquanto as sociedades limitadas ocupam 10,2% e as empresas individuais apenas 3,6%. Quando comparados com o mesmo mês do ano anterior, apenas as empresas individuais revelam variação negativa. Na análise por região, o Norte se destaca, com aumento de 38,4% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Em ordem decrescente estão, o Centro-Oeste (31,1%), Sul (18,9%), Sudeste (15,1%) e Nordeste (11,4%). No entanto, se medirmos o nível de participação na quantia total de empresas criadas (277.857), a região Sudeste é a mais bem colocada, abrigando 52,3% dos novos negócios. Em seguida estão, Sul (18,0%), Nordeste (14,4%), Centro-Oeste (9,7%) e Norte (5,7%). Ainda na comparação com junho de 2019, todos os segmentos apresentam crescimento, principalmente o setor de Comércio com alta de 41,2%. As empresas da área de Serviços subiram 7,4% e as Indústrias, 28,4%. “Abrir um negócio está diretamente ligado a confiança do empreendedor no mercado e da população com o consumo. Por isso, a necessidade de se reinventar e gerar novas fontes de renda, atrelada à reabertura e à retomada dos setores de Serviço e Comércio, incentivam o brasileiro nesse sentido”, diz o economista Luiz Rabi, da Serasa Experian, em comentário no relatório.