Mercado fechará em 34 mins
  • BOVESPA

    110.366,51
    +1.522,77 (+1,40%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.907,12
    +349,47 (+0,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,51
    +0,22 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.776,20
    +12,40 (+0,70%)
     
  • BTC-USD

    41.896,74
    -1.132,17 (-2,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.040,84
    -23,01 (-2,16%)
     
  • S&P500

    4.372,85
    +15,12 (+0,35%)
     
  • DOW JONES

    34.058,75
    +88,28 (+0,26%)
     
  • FTSE

    6.980,98
    +77,07 (+1,12%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.095,75
    +86,25 (+0,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1925
    -0,0522 (-0,84%)
     

Abel Ferreira aponta acerto da arbitragem em lances polêmicos no Choque-Rei

·2 minuto de leitura


O Palmeiras conseguiu arrancar um ponto no Morumbi neste sábado (31) ao empatar com o São Paulo sem gols. Com dificuldades no ataque e na defesa, o Alviverde chegou a ser vazado duas vezes, mas o VAR anulou os tentos do rival por impedimento. Na coletiva de imprensa pós-jogo, Abel Ferreira afirmou que, na visão dele, todos os lances que geraram polêmica foram acertados pela arbitragem.

– Gol anulado, bem anulado, pênalti que não foi pênalti e no último gol teve interferência. E pra mim, antes, não há falta do Renan. Não há falta nenhuma – explicou.

Em relação à atuação do Verdão no Choque-Rei, Abel ponderou que esperava um desempenho melhor de seu time após uma semana livre para treinar. Apesar disso, valorizou o ponto conquistado fora de casa em um jogo difícil.

– Pra ser sincero, esperava (desempenho melhor). Esperava uma equipe mais criativa com bola. Fizemos uma semana boa e falei que esperava um jogo mais criativo. Mas, pelo estudo que fizemos, nesse tipo de clássico nunca tem muita oportunidade – analisou o treinador, ressaltando a semana livre de treino antes da partida.

– Temos que trabalhar e melhorar nossos processos. Poderíamos ter feito aqui, sobretudo com bola, um jogo mais dinâmico. Era o que estava esperando. Que nossa equipe impusesse um jogo ofensivo. Defensivamente conseguimos manter a baliza zero – finalizou.

Desde a chegada do português ao Palmeiras, a equipe ainda não venceu o rival, sendo cinco jogos com três empates e duas derrotas até aqui. Perguntado sobre esse tabu, Abel foi categórico ao apontar que esta partida não importa mais que as outras e que o Brasileirão é decido apenas na pontuação final.

– A competição não é entre Palmeiras e São Paulo. É Palmeiras contra todos os times. Ganha quem chegar no final com mais pontos. E, em clássico como esse, a tabela não conta. Sabíamos o tanto que eles queriam ganhar. Viemos a casa de um grande rival e somamos um. Queríamos três, mas hoje não deu mais – declarou.

O Alviverde, líder do Brasileirão, chegou aos 32 pontos com o empate no clássico e agora tenta voltar a vencer pela competição contra o Fortaleza no Allianz Parque. O duelo contra o Leão do Pici está marcado para o próximo sábado às 21 (horário oficial de Brasília).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos