Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +412,93 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    55.085,24
    -5.966,93 (-9,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,67 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,61 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,67 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6943
    -0,0268 (-0,40%)
     

Abel absolve Luan após expulsão: “Vão dizer que foi imprudente, mas ele tentou proteger a bola”

Breiller Pires
·2 minuto de leitura

Embora tenha sofrido com a expulsão de Luan, aos 19 minutos do segundo tempo, por uma cotovelada em Diego Souza, o Palmeiras conseguiu segurar o placar de 1 a 0 e saiu em vantagem no primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil contra o Grêmio. Na entrevista coletiva, o técnico Abel Ferreira defendeu o zagueiro, que, novamente, voltou a deixar o time na mão em um jogo importante:

“Vão dizer que foi imprudente, mas ele [Luan] é alto, tentou proteger a bola pra deixar sair. Infelizmente, são situações que acontecem no jogo. Com menos um é sempre mais difícil. Temos um grupo experiente para suportar essas adversidades” Abel Ferreira

O treinador palmeirense ainda exaltou o sistema defensivo, que não sofreu gols e se fechou com inteligência depois do cartão vermelho aplicado a Luan. “Nosso adversário tentou construir para chegar pelo lado e alçar bolas na área. Mas estávamos preparados para nos defender dessas jogadas.”

Luan foi expulso após acertar cotovelada em Diego Souza. | Silvio Avila/Getty Images
Luan foi expulso após acertar cotovelada em Diego Souza. | Silvio Avila/Getty Images

Abel explicou a escalação de Felipe Melo e Zé Rafael como titulares, justificando que o recente retorno de Gabriel Menino do departamento médico condicionou suas escolhas. “Por norma, raramente coloco jogadores que voltaram de lesão”, disse o treinador, que elogiou a assimilação de jogadas ensaiadas, como o escanteio que originou o gol de Gustavo Goméz, pelo grupo. “Mais importante do que tudo é o jogador ter a mente e coração abertos para acreditar naquilo que lhes dizemos. Gastamos mais tempo ensaiando as bolas paradas e colhemos o resultado.”

Por fim, o técnico português entendeu que o placar fez jus à atuação segura do Palmeiras nos domínios de seu adversário, apesar de salientar que a decisão do torneio permanece em aberto. “Olho para a defesa como os pilares de uma casa. Atacamos defendendo e defendemos atacando. Fomos eficazes em nossa forma de defender e, enfim, fomos os justos vencedores.”