Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.550,52
    -3.413,48 (-2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.707,58
    -947,71 (-1,91%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,83
    +0,55 (+0,84%)
     
  • OURO

    1.817,50
    -18,60 (-1,01%)
     
  • BTC-USD

    54.292,42
    -2.468,57 (-4,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,16
    -99,67 (-6,37%)
     
  • S&P500

    4.063,04
    -89,06 (-2,14%)
     
  • DOW JONES

    33.587,66
    -681,50 (-1,99%)
     
  • FTSE

    7.004,63
    +56,64 (+0,82%)
     
  • HANG SENG

    28.231,04
    +217,23 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    28.147,51
    -461,08 (-1,61%)
     
  • NASDAQ

    12.996,75
    -349,25 (-2,62%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4205
    +0,0751 (+1,18%)
     

Abaixo-assinado pede que CFM condene tratamento precoce para Covid-19

Cíntia Cruz
·3 minuto de leitura

RIO — Um abaixo-assinado com mais de 23,7 mil assinaturas pede que o Conselho Federal de Medicina (CFM) condene o tratamento precoce para a Covid-19, que recomenda o uso "off label" (medicamento usado para indicação não prevista em bula) de cloroquina e ivermectina. O chamado "kit Covid" é composto de medicamentos que supostamente amenizariam os sintomas da doença.

Idealizador do documento online, Bruno Caramelli, cardiologista e professor da USP, disse que a utilização de tais medicamentos acaba tirando o foco das medidas que devem ser adotadas:

— Com essa estratégia, as pessoas pararam de pensar no erro na distribuição de oxigênio, no aumento disparado da taxa de infecção por Covid, pararam de usar máscaras. O estudo da Fiocruz Amazônia mostra que a taxa de doença e sorologia contra a Covid é maior entre aqueles que usaram tratamento precoce voluntário em casa. Não é uma especulação minha de que o tratamento precoce vá fazer com que as pessoas relaxem e não tomem mais cuidado. Isso tem dados.

O médico destaca, no entanto, que ser contra o tratamento precoce não significa orientar a população a não procurar atendimento médico, em caso de suspeita da doença.

— Os sintomas de Covid estão em todas as mídias sociais. Existe suspeita que seja Covid? Procure o posto de saúde mais próximo. Não se automedique. Lá, o médico vai poder examinar e avaliar se o paciente vai precisar ser internado — pontuou Caramelli, que, além do abaixo-assinado, fez uma representação do CFM ao Ministério Público Federal (MPF). Como já havia procedimento instaurado para solicitar informações ao CFM por não ter se posicionado contra o tratamento precoce de Covid-19, a representação foi juntada.

O MPF pediu a cópia da ata de reunião realizada no último dia 16 de março de 2021 e das respectivas deliberações realizadas pelo colegiado, e perguntou se o CFM pretende rever seu posicionamento sobre o tratamento precoce contra a Covid-19.

— Minha esperança é que acatem e obriguem o CFM a se posicionar. Essa doença precisa ser contida, e vamos usar todas as armas para isso: vacina, isolamento, suporte econômico para quem precisaria sair de casa para o sustento da família — ressaltou Caramelli.

O ofício pedindo explicações foi enviado ao CFM dia 30 de março. No dia 16 de abril, o órgão pediu ao MPF que o prazo fosse estendido por mais 15 dias. O pedido foi aceito.

Para Mauro Schechter, infectologista da UFRJ, o Conselho Federal de Medicina (CFM), ao não se posicionar contra o tratamento precoce, viola o artigo 113 do Código de Ética Médica, que diz ser "vedado ao médico divulgar, fora do meio científico, processo de tratamento ou descoberta cujo valor ainda não esteja expressamente reconhecido cientificamente por órgão competente".

— Todas as entidades científicas brasileiras, sem exceção, contraindicam (o tratamento precoce). A entidade que deve proteger a ética médica está violando o que está explícito no código de ética médica. Eles deviam ser processados por eles mesmos. O médico que prescreve isso não sabe como drogas são desenvolvidas ou está sendo coagido — afirma Schechter, acrescentando que não há nenhuma instituição científica que apoie drogas como cloroquina e ivermectina: — Não conheço nenhuma entidade médica no mundo que apoie o uso dessas drogas. Quando falo mundo, me refiro às principais comunidades científicas, como França, Estados Unidos, Inglaterra, Canadá.

O CFM respondeu que "até o momento, não acusa o recebimento formal de notificação ou representação do MPF-SP sobre o assunto em tela".