Mercado fechará em 2 h 25 min
  • BOVESPA

    103.661,45
    -4.073,55 (-3,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.836,62
    -183,43 (-0,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,25
    +0,75 (+0,91%)
     
  • OURO

    1.792,90
    +11,00 (+0,62%)
     
  • BTC-USD

    61.294,06
    -2.183,92 (-3,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.459,06
    -43,98 (-2,93%)
     
  • S&P500

    4.538,62
    -11,16 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    35.635,65
    +32,57 (+0,09%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.307,50
    -171,25 (-1,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6486
    +0,0676 (+1,03%)
     

Ações de Xangai recuam em meio a crise de energia na China

·2 minuto de leitura
Telão em Xangai mostra flutuação dos mercados acionários

XANGAI (Reuters) - As ações de Xangai recuaram nesta segunda-feira uma vez que analistas temem que os recentes problemas relacionados à energia e que afetaram a produção industrial estejam pesando sobre o crescimento econômico.

As blue-chips avançaram, lideradas pelo setor de consumo básico antes do feriado do Dia Nacional.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,58%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,84%.

A crise energética da China, provocada pelo aperto da oferta de carvão e dos padrões de emissão, provocou uma contração na indústria em vários regiões e está pesando sobre a taxa de crescimento econômico do país, disseram analistas.

O subíndice de energia perdeu 0,6% depois que Pequim prometeu resolver a escassez de oferta e conter a alta dos preços conforme a temporada de pico de consumo do inverno se aproxima.

Setores relacionados à energia como recursos básicos, metais não ferrosos e químico recuaram com força.

Já o setor de consumo básico saltou 5% antes do feriado de uma semana do Dia Nacional, que começa em 1 de outubro e tradicionalmente é uma temporada de alta do consumo.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,03%, a 30.240 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,07%, a 24.208 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,84%, a 3.582 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,58%, a 4.877 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,27%, a 3.133 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,31%, a 17.313 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 1,27%, a 3.100 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,57%, a 7.384 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos