Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    57.998,26
    -550,53 (-0,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Ações de tecnologia empurram S&P 500 para máxima recorde de fechamento, Nasdaq surfa na alta

David French
·2 minuto de leitura
Placa de Wall Street em frente à Bolsa de Nova York, NY, EUA

Por David French

(Reuters) - O índice S&P 500 fechou em outra máxima recorde nesta terça-feira e o índice Nasdaq avançou conforme investidores afastavam preocupações com a suspensão da distribuição da vacina contra a Covid-19 da Johnson & Johnson e a forte inflação dos EUA.

As ações da farmacêutica atingiram a mínima de um mês antes de recuperarem parte das perdas, para fechar com queda de 1,3%, com os pedidos para interromper o uso de sua vacina contra a Covid-19 depois que seis mulheres desenvolveram coágulos sanguíneos raros representando um novo revés aos esforços para enfrentar a pandemia.

A notícia veio enquanto dados dos EUA mostravam que o índice de preços ao consumidor (IPC) em março teve a maior alta em oito anos e meio, dando início ao que a maioria dos economistas espera que seja um breve período de inflação mais elevada.

Inicialmente, os futuros dos EUA caíram com as notícias da J&J, mas reduziram as perdas após os dados do IPC. A sólida demanda pela emissão de Treasuries nesta terça-feira empurrou os yields para maiores quedas, destacando a falta de preocupação dos investidores com qualquer aumento iminente nas taxas de juros.

Em vez disso, em uma das sessões mais silenciosas do ano, companhias de alta tecnologia que destacaram-se durante lockdowns induzidos pelo coronavírus no ano passado atraíram novas compras que impulsionaram os papéis da Apple Inc, Microsoft Corp e Amazon.com Inc < AMZN.O>. O trio ganhou entre 0,6% e 2,4%.

O setor de tecnologia mais amplo também subiu 1%, e o Índice NYSE FANG + TM subiu 1,7%, para um 12º recorde de fechamento consecutivo.

Na semana passada, o S&P 500 encerrou em máximas recordes na quarta, quinta e sexta-feira.

"Embora (as notícias da J&J) possam causar alguma volatilidade de curto prazo, os investidores têm se mantido firmes em sua esperança de uma recuperação econômica total", disse Mike Loewengart, diretor-gerente de estratégia de investimento da E*TRADE Financial.

O Dow Jones caiu 0,2%, para 33.677,27 pontos, o S&P 500 ganhou 0,33%, para 4.141,59 pontos, e o Nasdaq valorizou-se 1,05%, para 13.996,10 pontos.