Mercado fechará em 1 h 51 min

Ações europeias sobem pelo 2º dia, mas acumulam perdas na semana

Por Ambar Warrick e Sagarika Jaisinghani

Por Ambar Warrick e Sagarika Jaisinghani

(Reuters) - As ações europeias encerraram em alta pelo segundo dia consecutivo nesta sexta-feira, mas abriram mão de boa parte dos ganhos da sessão, com temores sobre o choque econômico do coronavírus anulando otimismo inicial.

O índice pan-europeu STOXX 600 subiu 1,8%, mas acumulou queda na semana --a quinta consecutiva.

Inicialmente, investidores se agradaram de medidas de emergência do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) na quinta-feira, bem como de notícias sobre novas emissões de títulos soberanos na Europa.

No entanto, no que tem se mostrado uma tendência recorrente, os ganhos não se sustentaram, depois de na semana passada passos do BoE e do BCE não conseguirem estancar a sangria do mercado.

"Achamos que é muito cedo para dizer, com algum grau de certeza, que os mercados encontraram o fundo do poço, para ser honesto. Permanecemos da opinião de que os mercados só se estabilizarão quando houver sinais de que a pandemia esteja sob controle", disse Simona Gambarini, economista de mercado da Capital Economics em Londres.

"O BCE terá que ir mais longe. Acreditamos que o BCE se comprometerá a manter baixos os rendimentos dos títulos soberanos para todos os governos, pelo menos durante a crise da coronavírus."

O surto mostrou poucos sinais de interrupção, já que o número de mortos na Itália ultrapassou os da China. O choque econômico da pandemia também parece a postos para empurrar a economia global a uma recessão.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em alta de 1,66%, a 1.151,37 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,76%, a 5.190,78 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 3,70%, a 08.928,95 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 5,01%, a 4.048,80 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,71%, a 15.731,85 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,74%, a 6.443,30 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 2,06%, a 3.670,00 pontos.