Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.877,70
    -53,10 (-2,75%)
     
  • BTC-USD

    23.325,19
    -215,06 (-0,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Ações sobem após dados sugerirem possível queda na inflação nos EUA

Por Caroline Valetkevitch

NOVA YORK (Reuters) - As ações dos Estados Unidos subiram nesta quinta-feira ampliando ganhos recentes, após dados mostrando queda nos preços ao consumidor norte-americano em dezembro reforçarem expectativas de aumentos menores da taxa de juros do Federal Reserve.

Os preços ao consumidor nos EUA recuaram pela primeira vez em mais de dois anos e meio em dezembro, o que deu alguma esperança de que a inflação esteja em tendência de queda.

Alguns estrategistas disseram que a desaceleração da inflação pode abrir caminho para que o Fed reduzir os preços ao consumidor sem prejudicar gravemente o crescimento.

As apostas dos operadores de uma alta de 0,25 ponto percentual nos juros pelo banco central norte-americano em fevereiro dispararam para 91% após os dados, ante 77% anteriormente.

As ações da Microsoft subiram 1,2% e deram o maior impulso aos índices S&P 500 e Nasdaq, enquanto os papéis de energia subiram junto com os preços do petróleo. Energia subiu 1,9%, com o melhor desempenho do dia entre outros setores.

O Dow Jones subiu 0,64%, para 34.189,97 pontos. O S&P 500 ganhou 0,34%, para 3.983,16 pontos. O ​​Nasdaq avançou 0,64%, para 11.001,11 pontos.