Mercado fechado

Ações de siderúrgicas avançam forte; Gerdau PN sobe 6,5%

Por Paula Arend Laier

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - As ações de empresas siderúrgicas eram destaque positivo do Ibovespa nesta quinta-feira, com Gerdau e Usiminas à frente, em alta de cerca de 6%.

Em nota a clientes, analistas do Itaú BBA citaram que, de acordo com fontes na indústria, os produtores de aços planos estão considerando um aumento de preço de 5% a 10% em janeiro, após a recente depreciação do real.

Outro fator para o reajuste é o consequente aumento no desconto dos preços domésticos versus níveis de paridade de importação (de cerca 3% de desconto considerando dólar a 4,20 reais e bobina de aço laminado a quente (HRC, na sigla em inglês) a 455 dólares a tonelada), contra um prêmio histórico de 5% a 10%, citam os analistas.

"Em nossa opinião, o desempenho ainda pouco inspirador do volume no mercado doméstico não é propício para aumentos de preços", ponderam os analistas.

Mas, embora afirmem não acreditar na implementação completa desses aumentos de preços em potencial, acrescentam reconhecer que os baixos níveis de estoque em toda a cadeia de suprimentos e o atual desconto de 5% para os níveis de paridade de importação deixam espaço para tentativas de aumento de preços.

"Nós destacamos que as empresas não confirmaram que estão considerando anunciar um aumento nos preços."

Às 15:27, as preferenciais da Gerdau valorizavam-se 6,54%, seguidas por Usiminas PNA, em alta de 5,76%. As ações ordinárias da CSN avançavam 4,05%. No mesmo horário, o Ibovespa tinha elevação de 0,65%.