Mercado fechado

Ações registram melhor fechamento em dez meses com impulso do Brexit e vacinas

Shashank Nayar e Ambar Warrick
·1 minuto de leitura

Por Shashank Nayar e Ambar Warrick

(Reuters) - As ações europeias registraram seu fechamento mais forte em dez meses nesta segunda-feira, com os papéis alemães atingindo uma máxima recorde à medida que um pacote de estímulo econômico dos Estados Unidos, bem como o acordo comercial pós-Brexit e um programa de vacinação, impulsionaram o ânimo em fracas negociações em decorrência do feriado de fim de ano.

O presidente dos EUA, Donald Trump, sancionou no domingo 2,3 trilhões de dólares em um pacote de alívio à pandemia, provocando otimismo em torno das perspectivas econômicas de curto prazo. O início de um programa europeu de vacinação no domingo também alimentou esperanças de um segundo semestre livre de pandemia em 2021 e de uma forte recuperação econômica. O Reino Unido e a União Europeia assinaram um acordo comercial pós-Brexit na quinta-feira, mantendo várias disposições comerciais para ambos os lados e limitando a escala de problemas resultantes da separação. O índice acionário europeu subiu 0,7%, para um quarto dia consecutivo de ganhos, enquanto as ações alemãs terminaram com valorização de 1,5%, para uma máxima recorde.

. Em LONDRES, o índice Financial Times permaneceu fechado.

. Em FRANKFURT, o índice DAX teve alta de 1,49%, a 13.790 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 registrou alta de 1,20%, a 5.588 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib registrou valorização de 0,72%, a 22.288 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,54%, a 8.155 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 teve alta de 1,53%, a 4.929 pontos.

((Tradução Redação Brasília, 55 61 33296012)) REUTERS GP CMO