Mercado fechará em 4 h 15 min
  • BOVESPA

    119.486,13
    -78,30 (-0,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,19
    +453,39 (+0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,21
    -0,42 (-0,64%)
     
  • OURO

    1.815,90
    +31,60 (+1,77%)
     
  • BTC-USD

    57.092,30
    -117,30 (-0,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.481,98
    +10,56 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.182,36
    +14,77 (+0,35%)
     
  • DOW JONES

    34.417,18
    +186,84 (+0,55%)
     
  • FTSE

    7.067,47
    +28,17 (+0,40%)
     
  • HANG SENG

    28.637,46
    +219,46 (+0,77%)
     
  • NIKKEI

    29.331,37
    +518,77 (+1,80%)
     
  • NASDAQ

    13.525,75
    +34,75 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3612
    -0,0657 (-1,02%)
     

Ações recuam de máxima recorde com foco se voltando para resultados corporativos

Sruthi Shankar e Medha Singh
·1 minuto de leitura
Bolsa de Londres

Por Sruthi Shankar e Medha Singh

(Reuters) - O mercado acionário europeu recuou nesta segunda-feira de máximas recordes uma vez que os investidores realizaram lucros antes da temporada de resultados corporativos trimestrais, enquanto duas empresas francesas de serviços públicos saltaram com a noticia de acordo de fusão após meses de disputa.

Os papéis de Veolia e Suez saltaram 9,7% e 7,7% depois que as empresas de gestão de resíduos e água concordaram com um acordo de fusão no valor de quase 13 bilhões de euros.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,43%, a 1.676 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,46%, a 435 pontos depois de fechar em máxima recorde na sexta-feira.

Os setores de tecnologia , viagem e lazer e commodities lideraram as perdas.

Analistas esperam salto de 47,4% nos resultados do primeiro trimestre para empresas do STOXX 600, de acordo com dados da Refinitiv IBES. A maior parte do suporte deve vir de empresas industriais e ações cíclicas de consumo.

O índice britânico focado internamente FTSE mid 250 recuou 0,4%, ficando pouco abaixo da máxima recorde uma vez que lojas, pubs, academias e cabeleireiros reabriam no Reino Unido após três meses de lockdown.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,39%, a 6.889 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,13%, a 15.215 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,13%, a 6.161 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,11%, a 24.457 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,39%, a 8.532 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,21%, a 5.006 pontos.