Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,70
    +0,49 (+0,44%)
     
  • OURO

    1.844,80
    +3,60 (+0,20%)
     
  • BTC-USD

    29.201,29
    -980,93 (-3,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.834,25
    -44,00 (-0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1526
    -0,0662 (-1,27%)
     

Ações do Nubank desabam com crítica a remuneração de executivos

Pouco menos de cinco meses após causar um alvoroço no mercado com sua abertura de capital na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), o Nubank não está sustentando o valor de seus papéis. A empresa perdeu cerca de US$ 15 bilhões em valor de mercado — situação que, para os investidores, é piorada após a divulgação das renumerações dos executivos.

O desconforto com a renumeração se dá pelo fato de o pagamento para os executivos estar muito acima do praticado no mercado — no total, serão R$ 816 milhões divididos entre os principais executivos e membros do conselho de administração da fintech. Em comparação, o Itaú, maior banco da América Latina, destinou cerca de 444 milhões para os mesmos cargos em 2021. O valor também é quase quatro vezes superior aos 237 milhões de reais previstos pelo Nubank no ano passado para diretoria e conselho.

Após a divulgação das informações dessa renumeração, as ações do Nubank entraram em queda, com desvalorização de quase 10% na terça-feira (3) e acumulou mais quedas durante a semana, encerrando a sexta-feira próximo de sua mínima histórica.

Outros motivos para queda de ações do Nubank

<em>Baixa dos papéis do Nubank também pode ser traçada a elevação da taxa de juros nos EUA. (Imagem: Caio Carvalho/Canaltech)</em>
Baixa dos papéis do Nubank também pode ser traçada a elevação da taxa de juros nos EUA. (Imagem: Caio Carvalho/Canaltech)

Os investidores, além do choque da renumeração em meio ao derretimento dessas ações, também questionam os valores por conta dos resultados do Nubank no ano passado, que fechou o período com um prejuízo líquido de US$ 165,3 milhões.

Ao mesmo tempo, o derretimento das ações não é só consequência disso, também envolvendo a penalização geral do mercado de tecnologia de capital aberto após a política de elevação da taxa de juros nos EUA.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos