Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.524,22
    +104,69 (+0,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.729,24
    -477,35 (-0,91%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,09
    -2,56 (-3,02%)
     
  • OURO

    1.799,40
    +6,00 (+0,33%)
     
  • BTC-USD

    58.972,84
    -3.098,82 (-4,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.416,74
    -57,59 (-3,91%)
     
  • S&P500

    4.551,68
    -23,11 (-0,51%)
     
  • DOW JONES

    35.490,69
    -266,19 (-0,74%)
     
  • FTSE

    7.253,27
    -24,35 (-0,33%)
     
  • HANG SENG

    25.628,74
    -409,53 (-1,57%)
     
  • NIKKEI

    29.098,24
    -7,77 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.592,50
    +47,50 (+0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4331
    -0,0210 (-0,33%)
     

Ações do Japão fecham em baixa com preocupações sobre China

·1 minuto de leitura
Homem passa por painel eletrônico com informações acionárias em uma corretora em Tóquio

TÓQUIO (Reuters) - O mercado acionário japonês devolveu ganhos iniciais e terminou em baixa nesta segunda-feira, uma vez que preocupações com a crise de dívida da China Evergrande compensou a indicação positiva de Wall Street.

O índice Nikkei caiu 1,13% para fechar a 28.444,89 pontos, com as ações de tecnologia e navegação liderando as perdas.

Mais cedo no dia, o índice chegou a avançar 1,6% depois de cinco sessões seguidas de perdas. O índice Topix recuou 0,62%, a 1.973,92 pontos.

"O mercado começou a cair assim que atingiu os níveis mais altos da sessão. Esse é um movimento típico quando a pressão de vendas é forte", disse Tomoichiro Kubota, analista sênior do Matsui Securities.

A crise de dívida da Evergrande continua a jogar dúvidas sobre o crescimento econômico da China, enquanto o futuro dos projetos de gastos do governo dos Estados Unidos ainda não está claro.

No Japão, Fumio Kishida assumiu oficialmente como primeiro-ministro nesta segunda-feira, mas a emissora pública NHK disse que ele vai dissolver o Parlamento na próxima semana e convocar eleição para 31 de outubro.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,13%, a 28.444 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 2,19%, a 24.036 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC permaneceu fechado.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, não abriu.

. Em SEUL, o índice KOSPI não teve operações.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,98%, a 16.408 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 1,26%, a 3.089 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 1,29%, a 7.278 pontos.

(Reportagem de Junko Fujita)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos