Mercado fechará em 39 mins
  • BOVESPA

    108.032,19
    +783,15 (+0,73%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.729,11
    -349,59 (-0,68%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,98
    -0,48 (-0,67%)
     
  • OURO

    1.809,90
    +8,40 (+0,47%)
     
  • BTC-USD

    17.146,59
    +170,58 (+1,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    403,65
    -2,59 (-0,64%)
     
  • S&P500

    3.958,49
    -5,02 (-0,13%)
     
  • DOW JONES

    33.697,00
    -84,48 (-0,25%)
     
  • FTSE

    7.476,63
    +4,46 (+0,06%)
     
  • HANG SENG

    19.900,87
    +450,64 (+2,32%)
     
  • NIKKEI

    27.901,01
    +326,58 (+1,18%)
     
  • NASDAQ

    11.646,75
    +1,25 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5337
    +0,0331 (+0,60%)
     

Ações italianas superam pares europeus após resultados eleitorais

Pedestre caminha em frente à Bolsa de Valores de Milão

Por Devik Jain

(Reuters) - As ações italianas subiam nesta segunda-feira, superando o desempenho de seus pares regionais à medida que a Telecom Italia e as ações financeiras avançavam depois que a coalizão de direita liderada por Georgia Meloni parecia prestes a vencer as eleições gerais do país.

O índice FTSE Mib da Itália subia quase 0,7% depois de cair 4,7% na semana passada em seu pior desempenho semanal desde o início de junho.

Ações da Telecom Italia cresciam 5,4%, enquanto os bancos ganhavam 1,3% depois que a coalizão de centro-direita conquistou uma clara maioria nas duas casas do Parlamento, potencialmente dando à Itália uma rara chance de estabilidade política após anos de instabilidade e coalizões frágeis.

O principal índice de ações da Alemanha recuava 0,1% depois que uma pesquisa mostrou que a confiança empresarial alemã caiu mais do que o esperado em setembro.

Às 9h02 (de Brasília), o índice pan-europeu STOXX 600 caía 1,43%, a 388,97 pontos.

. O índice FTSEurofirst 300 tinha queda de 0,33%, a 1.540 pontos.

. Em LONDRES, o índice Financial Times recuava 0,59%, a 6.977 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX subia 0,03%, a 12.287 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 ganhava 0,01%, a 5.783 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib tinha valorização de 0,65%, a 21.203 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava baixa de 0,63%, a 7.535 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizava-se 1,20%, a 5.421 pontos.

(Reportagem de Devik Jain em Bengaluru)