Mercado fechado

Ações italianas avançam sob esperanças de Draghi; papéis da GSK pesam sobre FTSE 100

Shreyashi Sanyal e Susan Mathew
·2 minuto de leitura
Silhueta de um homem em um painel eletrônico mostra o índice FTSE MIB

Por Shreyashi Sanyal e Susan Mathew

(Reuters) - As ações italianas registraram a melhor sessão em quatro semanas nesta quarta-feira, depois que o ex-presidente do Banco Central Europeu (BCE) Mario Draghi aceitou a tarefa de formar um novo governo, enquanto um avanço nas ações da montadora alemã Daimler elevou um índice acionário europeu de base ampla.

O índice FTSE MIB de Milão fechou em alta de 2,1%, enquanto os yields dos títulos de dez anos da Itália despencaram.

Draghi afirmou estar confiante em que assegurará apoio suficiente no parlamento depois que o presidente Sergio Mattarella solicitou sua ajuda após ouvir que os esforços para salvar a coalizão do primeiro-ministro Giuseppe Conte tinham fracassado.

"Pode não ser tudo um mar de rosas e algumas incertezas e negociações permanecem. Mas... os mercados gostam das notícias de conhecidos banqueiros centrais no comando do governo", disse Maria Paola Toschi, estrategista de mercado global da J.P. Morgan Asset Management.

No índice pan-europeu STOXX 600, a Daimler foi o principal impulso depois de a empresa revelar planos para desmembrar seu negócio de caminhões. Os papéis da companhia subiram 8,9%, enquanto o índice mais amplo valorizou-se 0,3% na sessão.

O DAX da Alemanha subiu 0,7%, atingindo o maior nível em duas semanas.

O índice FSTE 100 de Londres recuou 0,1%, conforme as ações da GlaxoSmithKline, companhia farmacêutica britânica, recuaram 6,3% depois de a empresa alertar sobre uma queda maior que a projetada nos lucros de 2021, à medida que a pandemia da Covid-19 continua a interromper outros tratamentos de saúde.

. Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,14%, a 6.507,82 pontos

. Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,71%, a 13.933,63 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,00%, a 5.563,05 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 2,09%, a 22.527,90 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,78%, a 8.012,80 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,36%, a 4.819,40 pontos.