Mercado fechado

Ações de Hong Kong sobem com sinais de mudança em política sobre Covid

Telão em corretora de Tóquio com informações do mercado financeiro

Por Summer Zhen

HONG KONG (Reuters) - As ações de Hong Kong fecharam em alta nesta segunda-feira uma vez que a China otimizou as medidas de controle contra a Covid-19, enquanto reguladores traçaram um plano para aumentar a liquidez no setor imobiliário, o que os analistas vêem como um importante ponto de inflexão.

Mas as ações A da China terminaram em baixa em meio ao aumento dos casos domésticos de Covid-19 no país.

O índice Hang Seng de Hong Kong teve alta de 1,7%, após salto de 7,7% na sexta-feira.

O índice CSI 300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com ganho de 0,15%, enquanto o índice de Xangai caiu 0,13%.

As ações do setor imobiliário listadas em Hong Kong foram o destaque, subindo 14%.

As incorporadoras imobiliárias Country Garden e Longfor Group recuperaram até 46% e 16%, respectivamente.

Duas fontes disseram à Reuters que um comunicado às instituições financeiras do banco central chinês e da Comissão de Regulamentação Bancária e de Títulos da China delineou 16 medidas para sustentar o setor, incluindo prorrogações de amortização de empréstimos.

Na sexta-feira, a China anunciou 20 medidas para flexibilizar algumas das políticas de controle da Covid-19, enquanto os tempos de quarentena para os viajantes que entrarem no país foram reduzidos.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,06%, a 27.963 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,70%, a 17.619 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,13%, a 3.083 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,15%, a 3.794 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,34%, a 2.474 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 1,19%, a 14.174 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 1,01%, a 3.260 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,16%, a 7.146 pontos.

(Reportagem de Summer Zhen)