Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,79 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,80 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.195,91
    -69,26 (-0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,09 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,93 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,89 (-1,84%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Ações de Hong Kong se aproximam de mínima em 11 anos com Fed; caça a pechinchas limita perdas na China

Bolsa de Pequim, China

(Reuters) - As ações de Hong Kong caíram para o menor patamar em quase 11 anos nesta quinta-feira, com outro forte aumento da taxa de juros nos Estados Unidos prejudicando o apetite ao risco, enquanto a caça a pechinchas ajudou a limitar as perdas nas ações da China continental.

Os mercados asiáticos caíram amplamente, depois que o Federal Reserve dos EUA promoveu outro aumento de 75 pontos-base na taxa de juros.

"No curto prazo, os ativos de risco provavelmente terão um desempenho inferior, já que o aumento do risco de recessão é mais amplamente descontado pelos mercados", escreveu David Chao, estrategista de mercado global da Ásia-Pacífico (ex-Japão) da Invesco.

As ações de crescimento e outros setores vulneráveis ​​caíram depois que o banco central de Hong Kong aumentou as taxas em linha com o Fed.

O índice Hang Seng Tech caiu ao menor nível em seis meses. Fabricantes de carros elétricos caíram acentuadamente.

As ações de propriedade perderam 1,4%, enquanto as ações financeiras caíram 1,9%.

As ações da China foram auxiliadas por sinais de caça às pechinchas antes do evento politicamente importante do Congresso do Partido Comunista no mês que vem.

Um índice que acompanha o setor de defesa da China . saltou 2,4% depois que a primeira mobilização de guerra de Moscou desde a Segunda Guerra Mundial aumentou as tensões geopolíticas.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,58%, a 27.153 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,61%, a 18.147 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,27%, a 3.108 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,88%, a 3.869 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,63%, a 2.332 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,97%, a 14.284 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,04%, a 3.263 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 1,56%, a 6.700 pontos.

(Redação Xangai)