Mercado abrirá em 37 mins
  • BOVESPA

    106.924,18
    +1.236,18 (+1,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.579,90
    +270,60 (+0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,54
    -0,95 (-0,86%)
     
  • OURO

    1.800,00
    -8,20 (-0,45%)
     
  • BTC-USD

    29.640,04
    -780,77 (-2,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    665,70
    -15,41 (-2,26%)
     
  • S&P500

    4.023,89
    +93,81 (+2,39%)
     
  • DOW JONES

    32.196,66
    +466,36 (+1,47%)
     
  • FTSE

    7.416,10
    -2,05 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    19.950,21
    +51,44 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    26.547,05
    +119,40 (+0,45%)
     
  • NASDAQ

    12.332,50
    -50,25 (-0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2879
    +0,0288 (+0,55%)
     

Ações europeias têm pior semana em 2 meses com queda de tecnologia e varejo

Telão mostra variações do mercado acionário na Bolsa de Valores de Paris

Por Shreyashi Sanyal e Sruthi Shankar

(Reuters) - As ações europeias registraram sua pior semana em dois meses nesta sexta-feira, conforme papéis de tecnologia e varejistas sentiram o peso das vendas por causa da possibilidade de aumentos maiores das taxas de juros para conter a inflação em picos de décadas.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 1,91%, a 429,91 pontos. Varejistas perderam 2,0% e a o setor tecnologia teve queda de 2,4%.

O índice de varejo da Europa atingiu seu menor patamar em dois anos após uma série de balanços corporativos fracos que destacaram as consequências do avanço da inflação, da guerra na Ucrânia e de uma nova rodada de lockdowns na China.

As ações europeias de tecnologia acompanhara, os declínios nos papéis de crescimento em Wall Street, que foram arrastados pelos elevados rendimentos dos Treasuries.

Ações de petróleo e gás estavam entre os poucos ganhos na Europa, com alta de 0,5%. Os preços do petróleo eram negociados acima de 110 dólares o barril antes de um iminente embargo da União Européia à commodity russa.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 1,54%, a 7.387,94 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,64%, a 13.674,29 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,73%, a 6.258,36 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,20%, a 23.475,72 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,34%, a 8.322,00 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,46%, a 5.816,29 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos