Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.580,79
    +234,97 (+0,21%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.304,04
    -72,85 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,41
    +0,64 (+0,58%)
     
  • OURO

    1.864,80
    -0,60 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    29.586,79
    +359,03 (+1,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    659,80
    +3,97 (+0,61%)
     
  • S&P500

    3.941,48
    -32,27 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.928,62
    +48,38 (+0,15%)
     
  • FTSE

    7.484,35
    -29,09 (-0,39%)
     
  • HANG SENG

    20.112,10
    -357,96 (-1,75%)
     
  • NIKKEI

    26.619,36
    -128,78 (-0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.792,50
    +21,50 (+0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1661
    -0,0061 (-0,12%)
     

Ações europeias têm melhor sessão desde início de dezembro antes de Fed

·2 min de leitura
Pessoas transitam pelo lobby da Bolsa de Londres, Reino Unido

Por Anisha Sircar e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias ampliaram os ganhos nesta quarta-feira, registrando sua melhor sessão desde o início de dezembro, com os papéis de energia, viagens e tecnologia recuperando o terreno perdido recentemente, antes da conclusão da reunião de política monetária do Federal Reserve.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 1,68%, a 467,31 pontos, avançando pela segunda sessão consecutiva e com todos os setores em território positivo, depois de ter perdido quase 4% na segunda-feira.

Depois de atingidas por preocupações geopolíticas em torno de potencial conflito militar na Ucrânia, as ações de petróleo e gás saltaram 4,0%, registrando o melhor dia desde novembro de 2020 e liderando os ganhos junto com o setor de viagens e mineradoras.

"As tensões geopolíticas resultaram numa redução dos ganhos, mas, no geral, uma onda de compras varreu os mercados hoje", disse Chris Beauchamp, analista-chefe de mercados da plataforma de negociação online IG.

As ações de tecnologia, que abrigam muitas das empresas orientadas para crescimento da Europa, também subiram nesta quarta-feira, depois de sofrerem a pressão de expectativas de uma postura mais agressiva do Fed no combate à inflação.

O banco central norte-americano divulgará sua decisão sobre os juros às 16h (de Brasília), ao fim de uma reunião de dois dias, com os mercados precificando um primeiro aumento nos custos dos empréstimos em março e mais três altas de 0,25 ponto percentual até o final do ano. [FEDWATCH]

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,33%, a 7.469,78 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 2,22%, a 15.459,39 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 2,11%, a 6.981,96 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 2,27%, a 26.619,25 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,66%, a 8.620,20 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos