Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,82 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,44 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,22
    +0,46 (+0,55%)
     
  • OURO

    1.798,30
    +2,00 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    61.904,66
    +750,96 (+1,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,70 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,92 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,43 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.546,66
    -258,19 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    15.336,75
    -4,25 (-0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5791
    -0,0017 (-0,03%)
     

Ações europeias têm estabilidade no dia, mas encerram setembro volátil com perdas

·2 minuto de leitura
Banco central britânico, em Londres

Por Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias fecharam perto da estabilidade nesta quinta-feira, já que a queda no setor de viagens e lazer limitou os ganhos das mineradoras, mas encerraram o mês com perdas de mais de 3% devido às preocupações com a desaceleração da economia global e aumento da inflação.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,07%, a 1.759 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,05%, a 455 pontos.

As mineradoras subiram 2,0% e as ações de viagens caíram 2,2%.

O principal índice europeu de ações encerrou setembro com perdas de 3,4%, após uma sequência de sete avanços mensais consecutivos, já que um salto nos rendimentos dos títulos do governo redirecionou os investidores de setores de alto crescimento, como tecnologia, para ações bancárias e de energia, economicamente sensíveis.

"Movimentos recentes do mercado sugerem que está ocorrendo uma rotação em favor de setores e ativos que se beneficiam de uma mudança no consumo de bens para serviços", disseram analistas do BCA em nota.

Um número crescente de riscos -- incluindo postura mais "hawkish" (avessa a manutenção de estímulos) do Federal Reserve, restrições na cadeia de oferta e problemas financeiros da incorporadora imobiliária chinesa Evergrande -- pesou sobre o sentimento em setembro, mesmo com os investidores apostando em uma economia europeia firme.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,31%, a 7.086,42 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,68%, a 15.260,69 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,62%, a 6.520,01 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,21%, a 25.683,81 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,94%, a 8.796,30 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,76%, a 5.460,80 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos