Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.345,82
    +1.857,94 (+1,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.376,89
    -141,41 (-0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,51
    -0,78 (-0,71%)
     
  • OURO

    1.848,20
    +0,40 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    29.244,19
    -871,59 (-2,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    655,33
    -19,55 (-2,90%)
     
  • S&P500

    3.973,75
    +72,39 (+1,86%)
     
  • DOW JONES

    31.880,24
    +618,34 (+1,98%)
     
  • FTSE

    7.513,44
    +123,46 (+1,67%)
     
  • HANG SENG

    20.393,62
    -76,44 (-0,37%)
     
  • NIKKEI

    26.888,46
    -113,06 (-0,42%)
     
  • NASDAQ

    11.865,00
    -170,25 (-1,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1256
    -0,0221 (-0,43%)
     

Ações europeias têm alta com fortes ganhos de companhias aéreas

·2 min de leitura
Pedestre caminha em frente à Bolsa de Valores de Milão

Por Anisha Sircar e Ambar Warrick

(Reuters) - As ações europeias fecharam em alta nesta quinta-feira, com papéis de viagens liderando os ganhos depois que a Ryanair expressou confiança em uma recuperação este ano, enquanto os rendimentos dos títulos recuavam de máximas recentes, tirando alguma pressão das ações.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,51%, a 483,35 pontos, devolvendo perdas iniciais e estendendo os ganhos para uma segunda sessão consecutiva.

Os papéis de viagens tiveram o melhor desempenho entre os setores europeus e avançaram 2,9%. As ações de companhias aéreas saltaram após a visão otimista da Ryanair sobre as tendências de viagens em 2022. Os papéis da empresa saltaram 4,2%.

As ações europeias mais amplas se beneficiaram da queda dos rendimentos dos títulos alemães abaixo de 0%, depois de uma série de fortes ganhos nas taxas nesta semana. [GVD/EUR]

Os papéis de serviços públicos e tecnologia ganharam 1,7% e 1,5%, respectivamente. Os dois setores geralmente tendem a ter um desempenho inferior em ambientes de juros mais altos e cederam substancialmente até agora neste ano.

O STOXX 600 teve dificuldades em achar uma direção nesta semana, com investidores preocupados com a alta da inflação e eventual aperto da política monetária. Balanços positivos e ganhos em setores vinculados a commodities, no entanto, ajudaram o sentimento.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,06%, a 7.585,01 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,65%, a 15.912,33 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,30%, a 7.194,16 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,73%, a 27.570,00 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,45%, a 8.814,60 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,06%, a 5.663,94 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos