Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.813,84
    -822,55 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.096,11
    -399,30 (-0,88%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,28
    +0,30 (+0,57%)
     
  • OURO

    1.867,70
    +27,50 (+1,49%)
     
  • BTC-USD

    35.143,08
    +743,11 (+2,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    697,27
    -3,34 (-0,48%)
     
  • S&P500

    3.855,00
    +56,09 (+1,48%)
     
  • DOW JONES

    31.171,31
    +240,79 (+0,78%)
     
  • FTSE

    6.740,39
    +27,44 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    29.962,47
    +320,19 (+1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.523,26
    -110,20 (-0,38%)
     
  • NASDAQ

    13.311,50
    +326,00 (+2,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4274
    -0,0712 (-1,10%)
     

Ações europeias sobem pelo 2º dia com ganhos de commodities e do setor de construção

Amal S e Shreyashi Sanyal
·2 minuto de leitura
Painel eletrônico mostrando mercado acionário da Itália

Por Amal S e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias subiram pela segunda sessão consecutiva nesta quinta-feira, com as ações de construção avançando com a projeção otimista de vendas da Saint Gobain e os papéis vinculados a commodities tiveram alta sob a esperança de um maior estímulo nos Estados Unidos depois que os democratas adquiriram o controle do Senado.

O índice pan-europeu STOXX 600 avançou 0,5%, mantendo-se próximo das máximas de fevereiro de 2020, enquanto o FTSE 100 de Londres ganhou 0,2% e o índice DAX da Alemanha subiu 0,6%.

As ações de materiais e construção foram as que mais ganharam, lideradas por uma valorização de 2,3% dos papéis da francesa Saint Gobain, depois de a companhia anunciar que os resultados do quarto trimestre excederiam significativamente as expectativas. Enquanto isso, setores economicamente sensíveis, como mineração, energia e industrial, estenderam o rali sob a perspectiva de mais estímulos nos Estados Unidos depois que os democratas ganharam o controle do Senado. "Embora uma onda azul possa abrir caminho para regulamentações mais rígidas e aumentos de tributos, os investidores tentam enxergá-la sob um lado positivo... e outras medidas de estímulo devem se seguir e sem um impasse de meses", disse Milan Cutkovic, analista de mercado da Axi. . Em LONDRES, o índice Financial Times teve alta de 0,22%, a 6.856 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,55%, a 13.968 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 teve alta de 0,7%, a 5.669 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve ligeira alta de 0,05%, a 22.746 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,43%, a 8.385 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 2,2%, a 5.282 pontos.

(Por Amal S e Sruthi Shankar em Bengaluru)