Mercado abrirá em 2 h 52 min
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.867,62
    +338,65 (+0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,13
    -0,22 (-0,36%)
     
  • OURO

    1.787,80
    -5,30 (-0,30%)
     
  • BTC-USD

    54.236,11
    -1.191,97 (-2,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.255,41
    -7,55 (-0,60%)
     
  • S&P500

    4.173,42
    +38,48 (+0,93%)
     
  • DOW JONES

    34.137,31
    +316,01 (+0,93%)
     
  • FTSE

    6.908,25
    +12,96 (+0,19%)
     
  • HANG SENG

    28.755,34
    +133,42 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.188,17
    +679,62 (+2,38%)
     
  • NASDAQ

    13.914,25
    -5,00 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6452
    -0,0568 (-0,85%)
     

Ações europeias sobem com automóveis liderando ganhos; bancos expostos à Turquia têm queda

Shreyashi Sanyal
·2 minuto de leitura
Bolsa de Frankfurt

Por Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias registraram ganhos nesta segunda-feira depois que os papéis de montadoras retomaram sua alta, enquanto bancos caíram após uma desvalorização da moeda turca e com a persistência de preocupações sobre mais restrições devido ao aumento dos casos de coronavírus no continente.

O índice STOXX 600 subiu 0,2%, revertendo as quedas do início da sessão, com as ações de automóveis ganhando pelo quinto dia nas últimas seis sessões.

Os papéis da Porsche saltaram 8,9%, sob o contágio de um frenesi de compras que tem impulsionado as ações da Volkswagen depois que a montadora alemã revelou planos para desafiar a Tesla no mercado de e-car.

O Deutsche Bank elevou seu preço-alvo para a Porsche, que detém a maioria das ações ordinárias da Volkswagen, após uma elevação do preço-alvo para as ações da VW.

"A Volkswagen está fazendo um bom trabalho em cortes de custos que, juntamente com uma reaceleração do ciclo e visibilidade em veículos elétricos, tornam os valores atuais interessantes a médio e longo prazo", disse Michele Pedroni, gestora de fundos da Decalia.

A lira turca despencou para uma mínima quase recorde depois que o presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, substituiu um presidente de banco central 'hawkish' por um crítico das altas taxas de juros durante o fim de semana.

Os bancos da zona do euro expostos ao país, como o espanhol BBVA, o italiano UniCredit, o francês BNP Paribas e o holandês ING, perderam entre 0,8% e 7%.

. Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,26%, a 6.726,10 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,25%, a 14.657,21 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,49%, a 5.968,48 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,26%, a 24.262,84 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,76%, a 8.343,50 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,20%, a 4.838,76 pontos.