Mercado fechará em 4 h 52 min

Ações europeias se recuperam de perdas iniciais com alívio de tensões EUA-Irã

Por Medha Singh

Por Medha Singh

(Reuters) - As ações europeias terminaram em alta nesta quarta-feira após o Irã indicar que os ataques com mísseis da noite passada "concluíram" sua retaliação ao assassinato do general Qassem Soleimani pelos Estados Unidos.

O ataque de Teerã às bases militares dos EUA no Iraque levantou inicialmente temores de uma guerra mais ampla no Oriente Médio, estimulando uma fuga para ativos mais seguros e fazendo com que o índice pan-europeu STOXX 600 caísse até 0,6%.

No entanto, o índice de referência se recuperou gradualmente depois que o Irã disse que não procurava intensificar o confronto. O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,19%, a 1.636 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,17%, a 418 pontos.

Não houve vítimas norte-americanas no ataque e Teerã parecia estar recuando, disse o presidente dos EUA, Donald Trump, nos minutos finais do pregão europeu, elevando os índices de ações dos EUA para recordes.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,01%, a 7.574 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,71%, a 13.320 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,31%, a 6.031 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,46%, a 23.832 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,12%, a 9.591 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,06%, a 5.226 pontos.