Mercado abrirá em 5 h 45 min
  • BOVESPA

    108.402,27
    +1.930,27 (+1,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.354,86
    +631,46 (+1,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,10
    -0,66 (-0,73%)
     
  • OURO

    1.802,00
    -3,20 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    23.883,36
    +128,90 (+0,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    558,32
    +15,45 (+2,85%)
     
  • S&P500

    4.140,06
    -5,13 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    32.832,54
    +29,04 (+0,09%)
     
  • FTSE

    7.483,32
    +0,95 (+0,01%)
     
  • HANG SENG

    20.047,07
    +1,30 (+0,01%)
     
  • NIKKEI

    27.999,96
    -249,28 (-0,88%)
     
  • NASDAQ

    13.206,25
    +23,00 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2164
    +0,0070 (+0,13%)
     

Ações europeias registram melhor semana em 2 meses, apesar de volatilidade

Bolsa de Valores de Frankfurt

Por Susan Mathew

(Reuters) - As ações europeias registraram sua melhor semana em dois meses nesta sexta-feira, já que preocupações com uma crise no fornecimento de energia diminuíram, trazendo alguma calma a investidores preocupados com um aumento intenso nos juros e uma crise política na Itália.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,31%, a 425,71 pontos, em seu maior nível desde 10 de junho, enquanto na semana saltou quase 2,9%.

Embora os fluxos de gás russo para a Europa tenham sido retomados após interrupção programada para manutenção, participantes do mercado estavam preocupados com uma inesperada redução da atividade empresarial da zona do euro em julho, devido a uma rápida desaceleração na manufatura e a uma quase estagnação do crescimento no setor de serviços.

"Mantemos uma visão cautelosa sobre as ações europeias, já que o BCE segue uma linha tênue entre combater a inflação e evitar uma recessão", disse Mark Haefele, diretor de investimentos do UBS Global Wealth Management.

Os ganhos desta sexta-feira foram liderados por setores mais resistentes a incertezas, como ações imobiliárias, com alta de 4,3%, seguidas por serviços públicos e alimentos e bebidas.

Ações vinculadas à economia, como bancos, caíram 1,2%, enquanto os preços do petróleo em alta elevaram os pesados papéis de energia em 1,2%.[O/R]

Temores de que aumentos dos custos de empréstimos provoquem uma recessão, combinados com um euro enfraquecido e a guerra na Ucrânia, deixam o índice STOXX 600 com baixa de 12,7% no ano. Todos os olhos agora se voltam para a temporada de balanços do segundo trimestre, em busca de pistas sobre a saúde corporativa da Europa.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,08%, a 7.276,37 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,05%, a 13.253,68 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,25%, a 6.216,82 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,07%, a 21.211,98 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,49%, a 8.051,60 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,89%, a 5.937,10 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos