Mercado abrirá em 7 h 13 min
  • BOVESPA

    120.636,39
    -605,24 (-0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.495,41
    -962,61 (-2,07%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,35
    +0,37 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.849,70
    +9,50 (+0,52%)
     
  • BTC-USD

    35.217,27
    -676,98 (-1,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    698,54
    -16,65 (-2,33%)
     
  • S&P500

    3.798,91
    +30,66 (+0,81%)
     
  • DOW JONES

    30.930,52
    +116,26 (+0,38%)
     
  • FTSE

    6.712,95
    -7,70 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    29.718,86
    +76,58 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    28.449,86
    -183,60 (-0,64%)
     
  • NASDAQ

    13.030,75
    +45,25 (+0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5055
    +0,0069 (+0,11%)
     

Ações europeias interrompem 4 dias de ganhos com dúvidas sobre acordo do Brexit e estímulo dos EUA

Sruthi Shankar e Susan Mathew
·2 minuto de leitura
Operador na bolsa de Frankfurt

Por Sruthi Shankar e Susan Mathew

(Reuters) - As ações europeias recuaram nesta sexta-feira, já que as dúvidas sobre um acordo comercial pós-Brexit e um pacote de estímulo nos Estados Unidos limitaram os ganhos ao fim de uma sólida semana.

O índice pan-europeu STOXX 600 interrompeu quatro dias de altas ao encerrar em queda de 0,4%, revertendo os ganhos que se seguiram a uma surpreendente melhora no sentimento empresarial alemão em dezembro.

O índice alemão DAX desfez-se dos ganhos de 0,8% encerrando no vermelho. Os dados positivos do Instituto Ifo foram divulgados mesmo quando a maior economia da Europa entrou em um lockdown rigoroso para conter uma segunda onda de infecções por coronavírus.

O índice FTSE, que tem grande participação de exportadoras, teve queda de 0,3%, apesar de um recuo da libra depois que os negociadores do Reino Unido e da União Europeia advertirem que permanecem distantes em uma série de questões e que tornava-se mais provável que não alcançassem um acordo antes do prazo final, em 31 de dezembro.

"Esse é o real momento de aperto final, de modo que provavelmente afetará os mercados em um sentido mais amplo, e não apenas a dinâmica da libra", disse Connor Campbell, analista financeiro da Spreadex. Nos EUA, parecia ser cada vez mais improvável que o Congresso cumprisse o prazo para chegar a um acordo em torno de 900 bilhões de dólares em alívio à Covid-19 e, em vez disso, poderia aprovar um terceiro projeto provisório de gastos para evitar a interrupção da máquina pública a partir da meia-noite.

. Em LONDRES, o índice Financial Times teve queda de 0,33%, aos 6.529 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX teve queda de 0,27%, aos 13.630 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,39%, aos 5.527 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,16%, aos 21.976 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou queda de 1,42%, a 8.037 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 recuou 1,3%, a 4.763 pontos.