Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.777,70
    +0,30 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    32.281,43
    +474,99 (+1,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    762,94
    -31,39 (-3,95%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.309,76
    -179,24 (-0,63%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    0,00 (0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.273,00
    +14,75 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9198
    0,0000 (0,00%)
     

Ações europeias ficam estáveis com queda em bancos ofuscando ganhos em setor de viagens e lazer

·2 minuto de leitura
Bolsa de Frankfurt

Por Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias terminaram com estabilidade nesta quarta-feira, com o setor bancário liderando as quedas depois de uma série de autoridades do banco central se comprometerem a manter a política monetária frouxa, apesar dos recentes sinais de aumento da inflação.

O índice pan-europeu STOXX 600 ficou estável, com quedas em papéis de bancos compensando ganhos em ações de empresas de viagens e lazer.

O índice STOXX 600 havia subido mais cedo na sessão, mantendo-se perto de máximas recordes, depois de autoridades do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) reafirmarem uma postura "dovish" (favorável a estímulos) da política monetária, após preocupações com o aumento da inflação levarem a um salto da volatilidade do mercado neste mês.

Comentários semelhantes de formuladores de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) --de que pode ser muito cedo para discutir redução das compras emergenciais de títulos -- ajudaram os mercados de ações europeus a se estabilizar.

Tudo isso colaborou para elevar a maioria dos índices setoriais na Europa, mas as ações bancárias seguiram sob pressão.

"No geral, os investidores parecem estar bastante satisfeitos com as perspectivas de política econômica, e as preocupações com a inflação certamente diminuíram por enquanto", disse Chris Beauchamp, analista-chefe de mercado do IG.

"Isso significa que ganhos adicionais nas ações de bancos baseados na esperança de aumento dos rendimentos serão descartados por enquanto, resultando no ingresso dos bancos na lista de ações que têm tido dificuldades de encontrar um catalisador para continuarem em alta."

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,04%, a 7.026,93 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,09%, a 15.450,72 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,02%, a 6.391,60 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,46%, a 24.778,04 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,13%, a 9.196,90 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,18%, a 5.220,34 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos