Mercado abrirá em 20 mins
  • BOVESPA

    99.621,58
    -969,83 (-0,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.061,61
    -373,84 (-0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,41
    -1,37 (-1,25%)
     
  • OURO

    1.802,80
    -14,70 (-0,81%)
     
  • BTC-USD

    19.211,76
    -815,51 (-4,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    411,23
    -28,44 (-6,47%)
     
  • S&P500

    3.818,83
    -2,72 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    31.029,31
    +82,32 (+0,27%)
     
  • FTSE

    7.169,50
    -142,82 (-1,95%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.393,04
    -411,56 (-1,54%)
     
  • NASDAQ

    11.508,75
    -182,25 (-1,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4362
    +0,0256 (+0,47%)
     

Ações europeias fecham semana em queda com aumento em apostas de alta de juros

Fachada da antiga Bolsa de Valores de Paris

Por Susan Mathew e Bansari Mayur Kamdar

(Reuters) - As ações europeias caíram nesta sexta-feira e devolveram ganhos anteriores, depois que dados de empregos nos Estados Unidos apoiaram o aperto agressivo da política monetária nos Estados Unidos e que investidores aumentaram suas apostas de elevações da taxa de juros pelo Banco Central Europeu após números fortes de inflação nesta semana.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em baixa de 0,26%, a 440,09 pontos. Os volumes de negociação foram moderados, em razão dos feriados no Reino Unido e China.

O índice encerrou uma semana tumultuada com queda de 0,9%.

O setor de tecnologia da informação, que é mais sensível aos juros, liderou as perdas no STOXX 600, enquanto o setor automobilístico recuou 1,6% após a francesa Faurecia ceder 6,8%.

Investidores aumentaram suas apostas nas altas das taxas de juros do BCE este ano e precificaram um aumento maior, de 0,50 ponto percentual, em uma das reuniões de política monetária do banco central até outubro, após dados desta semana mostrarem uma inflação recorde na zona do euro.

Dados divulgados nesta sexta-feira mostraram que os empregadores dos EUA contrataram mais trabalhadores do que o esperado em maio e mantiveram um ritmo bastante forte de aumentos salariais, sinais de força do mercado de trabalho que manterão o Federal Reserve na trajetória de aperto monetário agressivo.

Em LONDRES, o índice Financial Times não operou.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,17%, a 14.460,09 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,23%, a 6.485,30 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,06%, a 24.166,66 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,22%, a 8.724,80 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,53%, a 6.222,33 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos