Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.154,70
    -665,45 (-1,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Ações europeias fecham estáveis com pressão de mineradoras e papéis de luxo; otimismo sobre inflação esfria

·2 minuto de leitura
Bolsa de Valores de Paris, no distrito empresarial de La Defense

Por Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias fecharam estáveis nesta terça-feira, com mineradoras, bancos e ações de luxo liderando as perdas, já que o otimismo sobre o arrefecimento da inflação nos Estados Unidos em agosto provou ser passageiro.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,01%, a 1.802 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,01%, a 468 pontos.

O setor de recursos básicos recuou 1,9%, enquanto o bancos cedeu 1,1%.

"Tendo começado de forma positiva ontem, o movimento dos preços de hoje parece em curso de seguir o padrão da semana passada, quando, depois de recuperação semelhante na segunda-feira, o sentimento se deteriorou com as preocupações sobre as margens de lucro em face da alta dos preços, levando certos setores a sofrerem mais pressão ", disse Michael Hewson, analista-chefe de mercados da CMC Markets UK.

Ações de luxo, como LVMH, Kering, Richemont e Burberry, recuaram entre 1,9% e 3%, acompanhando movimentos na Ásia em meio a preocupações sobre a propagação da Covid-19 na China.

Ainda assim, muitos estrategistas esperam que as ações europeias tenham um desempenho superior neste ano, devido à taxa relativamente alta de vacinação e recuperação do comércio em segmentos mais baratos do mercado, como bancos e energia.

Dados divulgados mais cedo mostraram que os preços ao consumidor dos EUA subiram ao ritmo mais lento em seis meses em agosto, sugerindo que a inflação provavelmente atingiu seu pico, embora possa permanecer alta por um tempo em meio a persistentes restrições de oferta.

"Embora inicialmente tenhamos visto os mercados dispararem com a perspectiva de um Federal Reserve mais paciente, desde então vimos os operadores perceberem que os dados de hoje provavelmente não levarão o Fed a mudar de curso", disse Joshua Mahony, analista sênior de mercados do IG.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,49%, a 7.034,06 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,14%, a 15.722,99 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,36%, a 6.652,97 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,39%, a 26.027,07 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,41%, a 8.780,00 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,22%, a 5.389,93 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos