Mercado fechará em 37 mins
  • BOVESPA

    111.050,76
    -2.379,78 (-2,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.647,40
    +83,13 (+0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,38
    -2,49 (-3,16%)
     
  • OURO

    1.941,60
    -3,70 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    22.991,34
    -171,09 (-0,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    519,86
    +277,18 (+114,22%)
     
  • S&P500

    4.056,44
    -20,16 (-0,49%)
     
  • DOW JONES

    33.766,81
    -319,23 (-0,94%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    -10,59 (-0,14%)
     
  • HANG SENG

    22.072,18
    +229,85 (+1,05%)
     
  • NIKKEI

    27.346,88
    +19,77 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.130,50
    -21,50 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5552
    +0,0396 (+0,72%)
     

Ações europeias fecham em baixa; papéis da Bayer saltam

Bolsa de valores em Frankfurt

Por Bansari Mayur Kamdar e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias caíram nesta terça-feira pela primeira vez em três sessões em meio a perdas generalizado, com algumas quedas sendo compensadas após comentários do chair do Federal Reserve, Jerome Powell, e ganhos nos papéis da farmacêutica alemã Bayer.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,59%, a 445,71 pontos, após atingir o maior nível em oito meses na sessão anterior.

Depois de um 2022 difícil, o STOXX 600 sobe quase 5% desde o início deste ano, com expectativas crescentes de que a recessão na zona do euro seja mais branda do que o esperado e os bancos centrais afrouxem sua postura agressiva de política monetária.

O Goldman Sachs disse que não espera mais uma contração na economia da zona do euro este ano.

O salto de 4,1% nas ações da Bayer ajudou a aliviar algumas quedas, depois que a farmacêutica previu que seu medicamento experimental contra coágulos sanguíneos perigosos poderia render mais de 5 bilhões de euros no pico de vendas anuais.

O discurso do chair do Fed, Jerome Powell, não tocou na política monetária e, em vez disso, abordou questões como a mudança climática, o que foi um alívio para investidores.

Os participantes do mercado agora mudarão o foco para o relatório de preços ao consumidor do Departamento de Trabalho dos Estados Unidos previsto para quinta-feira, que deve mostrar alguma moderação na inflação anual em dezembro.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,39%, a 7.694,49 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,12%, a 14.774,60 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,55%, a 6.869,14 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,08%, a 25.364,61 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,20%, a 8.712,70 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,43%, a 5.952,40 pontos.