Mercado abrirá em 6 h 3 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,37
    +0,29 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.777,10
    -6,30 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    33.078,07
    -807,98 (-2,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    798,12
    -12,07 (-1,49%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.074,06
    -15,95 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.875,78
    +58,71 (+0,20%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.298,50
    +35,50 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9329
    +0,0044 (+0,07%)
     

Ações europeias fecham abaixo de máxima recorde com perdas de mineradoras compensando rali da tecnologia

·1 minuto de leitura
Bolsa de Frankfurt

Por Sruthi Shankar e Ambar Warrick

(Reuters) - As ações europeias fecharam estáveis nesta terça-feira, com um acordo imobiliário alemão de bilhões de dólares e um rali nas ações de tecnologia sendo compensados por perdas em importantes empresas de mineração devido a preocupações com os mercados chineses.

O índice FTSEurofirst 300 terminou estável, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,03%, a 445,20 pontos, depois de atingir uma máxima recorde de 447,15 mais cedo.

O DAX, da Alemanha, teve alta de 0,2%, depois de atingir um pico recorde anteriormente, impulsionado pela notícia de que o maior grupo imobiliário residencial da Europa, Vonovia, concordou em adquirir seu rival Deutsche Wohnen por cerca de 18 bilhões de euros.

As ações de tecnologia saltaram 1,3% depois que seus pares de Wall Street avançaram na véspera, em meio a nova insistência das autoridades do Federal Reserve de que a política monetária expansionista será mantida.

As mineradoras ficaram atrás de seus pares europeus, com perda de 1,7%, já que a China disse que fortalecerá os controles de preços sobre as principais commodities, após alertar contra a especulação para esfriar um forte rali nos preços das commodities industriais.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,31%, a 7.029,79 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,18%, a 15.465,09 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,28%, a 6.390,27 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,01%, a 24.892,90 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,03%, a 9.208,70 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,20%, a 5.211,13 pontos.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447723))

REUTERS LB CMO

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos