Mercado abrirá em 6 h 55 min
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,79 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,80 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,93
    +2,44 (+3,07%)
     
  • OURO

    1.675,20
    +3,20 (+0,19%)
     
  • BTC-USD

    19.256,45
    -78,51 (-0,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    437,50
    -5,93 (-1,34%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,09 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.006,79
    -216,04 (-1,25%)
     
  • NIKKEI

    26.132,99
    +195,78 (+0,75%)
     
  • NASDAQ

    11.028,25
    -7,25 (-0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3114
    +0,0035 (+0,07%)
     

Ações europeias caem pelo terceiro dia com temores de juros elevados e recessão em alta

Bolsa de Valores de Frankfurt

Por Anisha Sircar e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias fecharam em baixa nesta terça-feira, após não conseguirem compensar os temores de taxas de juros mais altas em meio a uma crescente crise de energia e recessão iminente. Depois de subir até 1%, o índice pan-europeu STOXX 600 devolveu todos os seus ganhos ao final da sessão e fechou em queda de 0,67%, a 419,81 pontos, o que levou as perdas nas últimas três sessões para mais de 3%, penalizadas por um tom mais duro em relação à inflação de autoridades do Banco Central Europeu (BCE) e do chair do Federal Reserve, Jerome Powell, que elevou as expectativas sobre os juros. Enquanto a maioria dos setores na Europa caiu, os papéis de bancos, que tendem a se beneficiar de ambientes com juros mais altos, subiram 0,9% depois que operadores precificaram mais de dois terços de chance de um aumento de 0,75 ponto percentual nos custos dos empréstimos na reunião de política monetária de 8 de setembro do BCE. [ECBWATCH] "Uma manhã europeia otimista logo mudou rapidamente hoje, com declínios acentuados à tarde em ambos os lados do Atlântico. Infelizmente, os mercados estarão em risco por algum tempo ainda, com as pressões inflacionárias garantindo que as taxas de juros permanecerão mais altas por mais tempo", disse Joshua Mahony, analista de mercado sênior da plataforma de negociação online IG.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,88%, a 7.361,63 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,53%, a 12.961,14 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,19%, a 6.210,22 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,08%, a 21.825,22 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,12%, a 7.979,80 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,50%, a 6.020,56 pontos.