Mercado fechará em 4 h 28 min
  • BOVESPA

    113.042,46
    -1.135,09 (-0,99%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    55.164,01
    +292,65 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,27
    +1,26 (+1,56%)
     
  • OURO

    1.928,30
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    22.885,36
    -287,68 (-1,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    518,05
    +1,04 (+0,20%)
     
  • S&P500

    4.055,03
    -5,40 (-0,13%)
     
  • DOW JONES

    33.950,78
    +1,37 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.762,16
    +1,05 (+0,01%)
     
  • HANG SENG

    22.688,90
    +122,12 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    27.382,56
    +19,81 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.037,00
    -69,75 (-0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5060
    -0,0137 (-0,25%)
     

Ações europeias caem com foco nas restrições da Covid na China

Índice acionário alemão DAX exibido na bolsa de valores em Frankfurt

Por Amruta Khandekar

(Reuters) - As ações europeias caíam nesta segunda-feira após dados mostrando um declínio na atividade empresarial da zona do euro alimentarem temores de recessão na região e com os investidores avaliando a incerteza sobre o afrouxamento das rígidas restrições da Covid-19 na China.

O STOXX 600 em toda a região caía 0,2%. O índice registrou ganhos pela sétima semana consecutiva na sexta-feira, ajudado pelo otimismo liderado pela China e pela redução das preocupações com os aumentos agressivos das taxas de juros.

Ainda assim, uma flexibilização parcial das restrições mais duras à Covid-19 no mundo semeou confusão em toda a China na segunda-feira, embora os investidores tenham aplaudido as perspectivas de uma mudança mais ampla de política após os protestos históricos no mês passado.

A maioria dos setores STOXX 600 estava no vermelho, com tecnologia e produtos básicos de consumo com as maiores quedas.

“O fato de haver uma flexibilização desigual dos controles da Covid ajudou um pouco os preços do petróleo, mas não estamos vendo isso realmente refletido muito nos preços das ações dos gigantes da energia, porque não está claro exatamente como essas restrições continuarão a ser relaxadas", disse Susannah Streeter, analista sênior de investimentos e mercados da Hargreaves Lansdown.

Dados mostraram que a atividade empresarial da zona do euro caiu pelo quinto mês em novembro, sugerindo que a economia está entrando em uma recessão leve.

. O índice FTSEurofirst 300 tinha queda de 0,10%, a 1.750 pontos.

. Em LONDRES, o índice Financial Times avançava 0,30%, a 7.578 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX caía 0,47%, a 14.461 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 perdia 0,28%, a 6.723 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib tinha desvalorização de 0,04%, a 24.612 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava baixa de 0,05%, a 8.378 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 valorizava-se 0,15%, a 5.865 pontos.