Mercado abrirá em 3 h 8 min
  • BOVESPA

    106.363,10
    -56,43 (-0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.714,60
    -491,99 (-0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,27
    -0,39 (-0,47%)
     
  • OURO

    1.803,50
    +4,70 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    60.603,57
    +1.566,65 (+2,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.460,31
    -14,02 (-0,95%)
     
  • S&P500

    4.551,68
    -23,11 (-0,51%)
     
  • DOW JONES

    35.490,69
    -266,19 (-0,74%)
     
  • FTSE

    7.228,33
    -24,94 (-0,34%)
     
  • HANG SENG

    25.555,73
    -73,01 (-0,28%)
     
  • NIKKEI

    28.820,09
    -278,15 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    15.646,75
    +59,50 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4511
    +0,0264 (+0,41%)
     

Ações europeias caem 2% e registram mínimas em uma semana com perdas em tecnologia

·1 minuto de leitura
Bolsa de Valores de Frankfurt

Por Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias recuaram para a mínima em uma semana nesta terça-feira, uma vez que a alta nos rendimentos dos títulos do governo derrubou os papéis de tecnologia, de alto crescimento, com novos sinais de desaceleração na economia da China pesando sobre o sentimento do consumidor.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 2,07%, a 1.748 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 2,18%, a 452 pontos, maior queda diária em mais de dois meses, uma vez que o salto nos rendimentos dos Treasuries sinalizou que os investidores estão se preparando para juros mais altos e o risco de inflação persistente.

As ações de tecnologia caíram 4,8% e foram ao nível mais baixo em dois meses depois que seus pares de Wall Street deram continuidade a uma liquidação. Elas são particularmente sensíveis às expectativas de aumento de juros já que seu valor depende de resultados futuros.

Por sua vez, dados mostraram que o aumento dos lucros nas indústrias da China desacelerou pelo sexto mês em agosto, com a crise energética tornando-se uma grande ameaça para a produção e os lucros.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,50%, a 7.028 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 2,09%, a 15.248 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 2,17%, a 6.506 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 2,14%, a 25.573 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 2,59%, a 8.769 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,13%, a 5.388 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos