Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.785,50
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.336,40
    -2.857,72 (-5,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Ações europeias atingem máxima recorde por ganhos em commodities

·1 min de leitura
Pedestre caminha em frente à Bolsa de Valores de Milão

Por Anisha Sircar e Ambar Warrick

(Reuters) - A força em setores ligados a commodities ajudou as ações europeias a subirem para uma máxima recorde de fechamento nesta segunda-feira, embora os ganhos tenham sido contidos por alguns balanços corporativos fracos e pela falta de uma grande sinalização para o mercado.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,01%, a 1.870 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,04%, a 484 pontos, com as ações de recursos básicos e energia liderando os ganhos.

Os preços de petróleo e metais básicos também avançaram com a perspectiva de aumento da demanda depois que os Estados Unidos aprovaram um projeto de infraestrutura.

O STOXX 600 atingiu novas máximas em todos os dias da semana passada por uma série de balanços fortes e pelo crescente otimismo com a recuperação econômica global.

Entre as ações individuais, o conglomerado francês Bouygues perdeu 5,8% depois de um acordo de 7,1 bilhões de euros para comprar o grupo de serviços técnicos Equans da Engie.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,05%, a 7.300 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,05%, a 16.046 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,10%, a 7.047 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,31%, a 27.711 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,65%, a 9.070 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,34%, a 5.663 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos