Mercado abrirá em 39 mins
  • BOVESPA

    111.539,80
    +1.204,97 (+1,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.682,19
    +897,61 (+2,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,69
    +0,94 (+1,57%)
     
  • OURO

    1.722,00
    -11,60 (-0,67%)
     
  • BTC-USD

    51.489,28
    +2.607,62 (+5,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.028,31
    +40,22 (+4,07%)
     
  • S&P500

    3.870,29
    -31,53 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.391,52
    -143,99 (-0,46%)
     
  • FTSE

    6.667,99
    +54,24 (+0,82%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.130,25
    +75,00 (+0,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8722
    +0,0101 (+0,15%)
     

Ações encerram em alta com balanços sólidos e dados positivos

Sagarika Jaisinghani e Ambar Warrick
·1 minuto de leitura
Gráfico do índice alemão acionário DAX. 07/01/2016. REUTERS/Kai Pfaffenbach.

Por Sagarika Jaisinghani e Ambar Warrick

(Reuters) - Os mercados acionários da zona do euro subiram nesta sexta-feira, registrando uma terceira semana de ganhos, já que dados mostraram que em fevereiro a atividade industrial avançou para uma máxima de três anos, enquanto balanços trimestrais positivos aumentavam a confiança de uma recuperação econômica mais ampla.

O índice da zona do euro subiu 0,9%, com fortes balanços de empresas como Acciona e Hèrmes gerando algum otimismo sobre uma eventual recuperação econômica.

O índice pan-europeu STOXX 600 valorizou-se 0,5%, com a atividade industrial local atingindo uma máxima de três anos com a forte demanda por produtos manufaturados na região e no exterior. Ainda assim, o STOXX 600 registrou pequenos ganhos semanais, tendo recuado nas últimas três sessões, à medida que os investidores começaram a se preocupar com o aumento da inflação e com uma distribuição instável das vacinas contra a Covid-19.

. Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,10%, a 6.624,02 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,77%, a 13.993,23 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,79%, a 5.773,55 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,94%, a 23.136,31 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,16%, a 8.151,60 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 2,40%, a 4.817,97 pontos.