Mercado abrirá em 7 h 43 min
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,30 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,36 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,07
    -2,21 (-2,90%)
     
  • OURO

    1.749,50
    -4,50 (-0,26%)
     
  • BTC-USD

    16.200,16
    -336,39 (-2,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    379,84
    -2,81 (-0,73%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,93 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.225,41
    -348,17 (-1,98%)
     
  • NIKKEI

    28.151,37
    -131,66 (-0,47%)
     
  • NASDAQ

    11.689,25
    -93,50 (-0,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6056
    -0,0188 (-0,33%)
     

Ações de educação lideram alta do Ibovespa; eleição segue no radar

Sala de aula

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa buscava a quinta alta seguida nesta quinta-feira, tendo as ações de empresas de educação entre as maiores altas, enquanto agentes financeiros continuam monitorando noticiário relacionado ao segundo turno da eleição presidencial no país.

Às 11:34, na bolsa paulista, o Ibovespa subia 0,31%, a 117.565,94 pontos. O volume financeiro somava 6,1 bilhões de reais.

Na véspera, pesquisa Ipec mostrou Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 51% das intenções de voto para o segundo turno contra 43% de Jair Bolsonaro (PL). A sondagem revelou ainda que 92% dos eleitores está com o voto totalmente decidido.

Nesta quinta-feira, levantamento PoderData apontou Lula com 48% das intenções de voto contra 44% de Bolsonaro.

Também nesta quinta os economistas Armínio Fraga, Edmar Bacha, Pedro Malan e Persio Arida divulgaram nota declarando voto no ex-presidente Lula, afirmando que a expectativa deles é de condução responsável da economia.

Em relatório a clientes, a XP Investimentos destacou que o fluxo de investimento de capital estrangeiro na bolsa paulista voltou a subir, após o resultado o primeiro turno das eleições, que mostrou um cenário mais apertado do que o esperado.

"Ficou mais visível os acenos mais ao centro por parte dos dois candidatos à presidência – na tentativa de atrair o eleitor de centro e ainda indeciso – o que foi recebido positivamente pelos investidores", afirmou.

Nos dois primeiros pregões de outubro, o saldo de capital externo no mercado secundário de ações brasileiro está positivo em 3,7 bilhões de reais, conforme os dados mais recentes disponibilizados pela B3.

"Daqui para frente, o mercado doméstico deve continuar de olho nas movimentações dos candidatos, e principalmente em qualquer sinalização sobre a agenda econômica de cada governo."

A pauta macroeconômica no Brasil, por sua vez, mostrou que a queda do IGP-DI se intensificou a 1,22% em setembro, depois de um recuo de 0,55% no mês anterior.

Wall Street mantinha o viés negativo, com o S&P 500 em baixa de 0,9%, com dados econômicos dos Estados Unidos e declarações de autoridades do Federal Reserve ocupando as atenções, em meio a receios de aumentos agressivos de juros.

"Investidores continuam monitorando os dados econômicos para ver se a inflação está esfriando ou se os aumentos das taxas do Federal Reserve (Fed) estão empurrando a economia americana para mais perto de uma recessão", disse a Avenue em nota a clientes.

DESTAQUES

- YDUQS ON subia 5,81%, a 15,3 reais, e COGNA ON avançava 4,79%, a 3,06 reais, com novas pesquisas mantendo Lula à frente de Bolsonaro no segundo turno. O petista tem prometido fortalecer a área de educação se eleito.

- VIA ON ganhava 3,05%, a 3,72 reais, tendo de pano de fundo mais um dado mostrando deflação no Brasil. No setor, AMERICANAS ON valorizava-se 2,21%, com o noticiário incluindo que o Banco Central autorizou a Ame Digital, fintech que pertence à varejista, a funcionar como instituição de pagamento nas modalidades de emissor de moeda eletrônica e credenciador.

- REDE D'OR ON subia 2,94%, a 32,61 reais, ampliando a recuperação desde que atingiu uma mínima desde julho na semana passada. Recentemente, o Itaú BBA reduziu previsões para a empresa de saúde e cortou o preço-alvo a 41 reais.

- CPFL ENERGIA ON recuava 1,61%, a 33,7 reais, em pregão negativo para vários papéis de companhia de energia elétrica. O índice do setor elétrico na B3 tinha declínio de 0,22%. Na contramão, ELETROBRAS ON subia 3,09%.

- VALE ON caía 1,05%, a 76,15 reais, com o setor de mineração e siderurgia mais fraco nesta sessão, com USIMINAS PNA em baixa de 2,41%. Outros papéis de matérias-primas também tinha desempenho pior do que o Ibovespa, como KLABIN UNIT, que perdia 0,53%.

- EMBRAER ON avançava 0,4%, a 12,66 reais. A fabricante de aviões disse que a companhia aérea de baixo custo SalamAir, de Omã, no Oriente Médio, assinou um pedido firme de seis jatos E195-E2, com opção de compra de outras seis aeronaves.

- MULTIPLAN ON cedia 0,08%, a 25,82 reais. A empresa divulgou na noite da véspera que as vendas totais de seus shopping centers somaram 4,7 bilhões de reais no terceiro trimestre, montante 28,3% maior do que um ano antes e 25,9% acima da mesma etapa de 2019.

- PETROBRAS PN tinha acréscimo de 0,61%, a 32,75 reais, apesar da sessão relativamente volátil dos preços do petróleo no exterior, com o Brent subindo 0,39%.

- BANCO DO BRASIL ON valorizava-se 1,23%, a 40,35 reais, em sessão sem viés único para os bancos do Ibovespa, com ITAÚ UNIBANCO PN cedendo 0,5% e BRADESCO PN em alta de 0,05%. Bolsonaro disse que a Caixa Econômica Federal vai anunciar um programa de perdão de até 90% das dívidas para 4 milhões de pessoas.