Mercado fechado

Ação da Taurus registra alta de 12,7% com anúncio sobre joint venture

Poliana Santos
Ação da Taurus registra alta de 12,7% com anúncio sobre joint venture

Após o anúncio da joint venture com uma empresa indiana, a Taurus registra nesta segunda-feira (27) alta em seus papéis. Apesar da Bolsa de Valores de São Paulo estar em forte queda, devido ao coronavírus, as ações da fabricante de armas operam em alta.

Por volta das 11h40, os ativos preferencias (TASA4) registravam um aumento de 9,95% em seu papéis, e as ações ordinárias da Taurus (TASA3) tinha uma elevação de 12,74%. Por sua vez, o índice da bolsa, Ibovespa registrava queda de 2,33%, a 115.616,26 pontos.

Os outros papéis também registram alta, a TASA13 tem uma elevação de 20,6%, a TASA15 alta de 20% e a TASA17 registra 17,93%. Esse papéis são conhecidos como bônus de subscrição.

Taurus anuncia joint venture

Nesta segunda, a fabricante brasileira informou aos seus acionistas que assinou um acordo definitivo para criação de uma joint venture com a Jindal Group. A assinatura da sociedade aconteceu durante a visita do presidente Jair Bolsonaro na Índia.

A Jindal é a maior fabricante de aço da Índia e uma das dez maiores do mundo, detentora de um faturamento anual superior a US$ 24 bilhões e com 200 mil funcionários do mundo. A fabricante é a sócia da Taurus, com 51% do capital da joint venture e a fabricante de armas brasileira, 49% do capital.

"A joint venture criada irá implantar uma fábrica de armas na Índia, onde serão produzidos fuzis, pistola e revólveres, para os mercados civis, de segurança pública e militar", informou o documento.

O diretor administrativo e financeiro da Taurus, Sergio Castilho Sgrilho Filho, disse o acordo com a empresa indiana faz parte de uma estratégia global, que segundo ele, a colocará em uma posição de destaque no mercado mundial de armas.

Ibovespa em forte de queda; coronavírus influencia mercado

O Ibovespa inicia essa semana em forte queda com o mundo atento à epidemia coronavírus. O mercado está preocupado com o vírus que matou 81 pessoas na China e se apresentou em outros países.

O número de mortos pela infestação chinesa subiu para 81 nesta segunda, segunda a agência de notícias "Reuters". Das 81 mortes, 76 aconteceram na província de Hubei, onde fica a cidade de Wuhan, o local de concentração da doença.

Saiba Mais: Ibovespa abre em forte queda; coronavírus influencia mercado

Na tentativa de parar a propagação do vírus, o governo da China suspendeu as comemorações do Ano Novo Lunar, ampliando o feriado até o dia 2 de fevereiro. As maiores companhias do local fecharam as portas ou avisaram os colaboradores que deveriam trabalhar de casa. Apesar da forte em queda do índice, a Taurus apresenta alta.