Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.717,94
    -517,82 (-0,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.460,55
    +652,34 (+1,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    93,89
    -0,45 (-0,48%)
     
  • OURO

    1.802,90
    -4,30 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    23.987,12
    +5,40 (+0,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    568,55
    -6,19 (-1,08%)
     
  • S&P500

    4.207,27
    -2,97 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    33.336,67
    +27,16 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.465,91
    -41,20 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    20.082,43
    +471,59 (+2,40%)
     
  • NIKKEI

    28.427,12
    +607,79 (+2,18%)
     
  • NASDAQ

    13.322,50
    +11,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3236
    -0,0001 (-0,00%)
     

Ações da China têm melhor mês em 2 anos com expectativas de recuperação e alívio em lockdowns

Telão em Xangai mostra flutuações dos mercados acionários

XANGAI (Reuters) - As ações da China marcaram seu melhor mês em quase dois anos nesta quinta-feira, sustentadas por sinais de recuperação econômica após a flexibilização das restrições contra a Covid-19.

Entretanto, em Hong Kong, o índice de referência Hang Seng caiu 0,62%, enquanto as ações H chinesas listadas em Hong Kong perderam 0,36%.

Ao final da sessão, o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou em alta de 1,44%, enquanto o índice de Xangai teve ganho de 1,1%. Ambos tiveram seus maiores ganhos mensais desde julho de 2020.

Os ganhos generalizados vieram depois que dados oficiais mostraram que os setores industrial e de serviços da China interromperam em junho três meses de contração, uma vez que as autoridades levantaram um rigoroso lockdown contra a Covid em Xangai, reavivando a produção e os gastos dos consumidores.

Analistas disseram que as expectativas de mais medidas de estímulo, incluindo a flexibilização monetária, continuavam a dar suporte aos mercados.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,54%, a 26.393 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,62%, a 21.859 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 1,10%, a 3.398 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,44%, a 4.485 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,91%, a 2.332 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 2,72%, a 14.825 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,04%, a 3.102 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 1,97%, a 6.568 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos