Mercado fechado

Ações da China têm melhor dia em 3 meses com redução nas apostas de altas de juros nos EUA

Investidores em frente a quadro eletrônico mostrando informações sobre o mercado acionário, em Xangai, China

XANGAI (Reuters) - O índice de ações blue-chips da China fechou em alta nesta quinta-feira, registrando seu maior salto em mais de 3 meses, já que dados mais fracos do que o esperado sobre a inflação nos Estados Unidos levaram a apostas de aumentos de juros menos agressivos por parte do Federal Reserve.

As grandes empresas de tecnologia listadas em Hong Kong interromperam três dias de perdas, ajudando o índice referencial a ter a maior alta em quase um mês.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com ganho de 2,04%, enquanto o índice de Xangai subiu 1,6%.

O índice de Hong Kong Hang Seng, por sua vez, teve alta de 2,4%.

Investidores estrangeiros compraram mais de 13,2 bilhões de iuanes (1,96 bilhão de dólares) em ações chinesas através do esquema Stock Connect, o maior volume em quase dois meses.

A desaceleração da inflação norte-americana pode ter aberto a porta para o Fed moderar o ritmo de aumento da taxa de juros, aliviando a pressão das saídas de capital dos mercados emergentes, incluindo a China.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei não teve operações.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 2,40%, a 20.082 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 1,60%, a 3.281 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 2,04%, a 4.193 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 1,73%, a 2.523 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 1,73%, a 15.197 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,48%, a 3.301 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 1,12%, a 7.071 pontos.