Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,39
    +2,63 (+2,49%)
     
  • OURO

    1.808,10
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    19.552,19
    +532,28 (+2,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    422,13
    +1,99 (+0,47%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.609,25
    +79,75 (+0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5563
    +0,0507 (+0,92%)
     

Ações da China se recuperam com expectativa de relaxamento de lockdown

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Investidores em frente a quadro eletrônico mostrando informações sobre o mercado acionário, em Xangai, China
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

XANGAI (Reuters) - As ações da China terminaram em alta nesta quinta-feira, recuperando-se de perdas anteriores uma vez que investidores estrangeiros apostaram que o alívio no lockdown contra o coronavírus poderia ajudar a impulsionar a economia.

Oferecendo alguma esperança aos investidores, as autoridades em Xangai anunciaram mais planos para o fim de lockdowns.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,19% no dia, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,36%.

O índice de Hong Kong Hang Seng caiu 2,54%, acompanhando a liquidação em Wall Street, enquanto o China Enterprises Index teve queda de 2,68%.

As empresas de tecnologia lideraram as perdas em Hong Kong, caindo 3,98%, com a Tencent Holdings em queda de 6,51%, maior perda diária desde meados de março.

A Tencent, que foi afetada por uma repressão regulatória contra grandes empresas de internet, disse na quarta-feira que seu lucro trimestral caiu pela metade em relação a um ano antes e que as receitas estagnaram.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,89%, a 26.402 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 2,54%, a 20.120 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,36%, a 3.096 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,19%, a 3.999 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,28%, a 2.592 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 1,70%, a 16.020 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,07%, a 3.190 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 1,65%, a 7.064 pontos.

(Reportagem de Andrew Galbraith)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos