Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.695,15
    +1.266,13 (+3,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Ações da China recuam após dados de inflação

·2 minuto de leitura
Homem usando máscara de proteção passa em frente ao prédio da Bolsa de Xangai no distrito financeiro de Pudong em Xangai, China

XANGAI (Reuters) - As ações da China fecharam em baixa nesta sexta-feira após dados mostrarem que a inflação anual ao produtor no país permaneceu alta e destacou a crescente pressão à economia.

Os principais índices praticamente não se mexeram na semana depois de a indicação inesperada de afrouxamento monetário ter falhado em fornecer suporte, levantado preocupações sobre a recuperação econômica chinesa.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,37%, enquanto o índice de Xangai teve baixa de 0,04%.

O CSI300 perdeu 0,2% na semana, enquanto o SSEC ganhou 0,2%.

A inflação no portão das fábricas da China desacelerou em junho após uma ofensiva do governo contra a alta dos preços das commodities, mas a taxa anual permaneceu alta e destacou a crescente pressão à economia conforme Pequim tenta impulsionar a retomada pós-coronavírus.

A China anunciou nesta sexta-feira que vai reduzir a quantidade de dinheiro que os bancos precisam manter como reserva, liberando cerca de 1 trilhão de iuanes (154,19 bilhões de dólares) em liquidez de longo prazo para sustentar a recuperação econômica pós-Covid que começa a perder força.

As ações de tecnologia brilharam esta semana, com o STAR50 de Xangai registrando a nona semana de ganhos.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,63%, a 27.940 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,70%, a 27.344 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,04%, a 3.524 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,37%, a 5.069 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,07%, a 3.217 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 1,15%, a 17.661 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,77%, a 3.131 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,93%, a 7.273 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos