Mercado abrirá em 7 h 28 min
  • BOVESPA

    108.376,35
    -737,80 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.006,11
    +197,55 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,51
    -0,99 (-1,26%)
     
  • OURO

    1.632,30
    -3,90 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    18.740,43
    -1.284,41 (-6,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    428,86
    -30,28 (-6,59%)
     
  • S&P500

    3.647,29
    -7,75 (-0,21%)
     
  • DOW JONES

    29.134,99
    -125,82 (-0,43%)
     
  • FTSE

    6.984,59
    -36,36 (-0,52%)
     
  • HANG SENG

    17.355,80
    -504,51 (-2,82%)
     
  • NIKKEI

    25.976,43
    -595,44 (-2,24%)
     
  • NASDAQ

    11.226,75
    -107,00 (-0,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1400
    -0,0199 (-0,39%)
     

Ações da China por novas restrições contra a Covid

Painel eletrônico com informações de bolsas em Xangai

XANGAI (Reuters) - As ações da China fecharam em queda nesta terça-feira, depois que mais cidades intensifiaram as restrições contra a Covid-19 em resposta ao aumento dos casos, alimentando os temores de mais desaceleração econômica.

Os investidores também estavam preocupados com o aperto das políticas monetárias globais, o que pode drenar a liquidez e limitar o espaço para a China continuar em sua trajetória de flexibilização.

O índice CSI 300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com baixa de 0,34%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,42%. O Hang Seng, de Hong Kong, caiu 0,37%,

Outros mercados acionários asiáticos tentaram se estabilizar à medida que os investidores voltavam seu foco para o relatório do mercado de trabalho dos Estados Unidos esta semana, para avaliar se os aumentos dos juros que têm sido praticados em todo o mundo são justificados.

Várias cidades grandes chinesas aumentaram as restrições contra a Covid-19 na terça-feira, com Shenzhen fechando mais empresas e Dalian deixando milhões em lockdown.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,14%, a 28.195 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,37%, a 19.949 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,42%, a 3.227 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,34%, a 4.075 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,99%, a 2.450 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,18%, a 14.953 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,53%, a 3.239 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,47%, a 6.998 pontos.