Mercado fechado

Ações da China fecham em baixa após surtos de Covid afetarem sentimento

Telão mostra o índice Nikkei em Tóquio

(.)

XANGAI (Reuters) - As ações da China fecharam em baixa nesta quinta-feira depois que um surto nos casos domésticos de Covid-19 gerou preocupações sobre mais lockdowns, enquanto a fraqueza em outros mercados asiáticos também pesou sobre o sentimentos enquanto os investidores reavaliavam as perspectivas da política monetária dos EUA.

O índice CSI 300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com queda de 0,41%, enquanto o índice de Xangai caiu 0,15%. O índice Hang Seng de Hong Kong teve baixa de 1,15%.

A maioria das outras ações asiáticas caiu enquanto o dólar se recuperava, conforme os investidores tentavam avaliar as perspectivas para a política monetária do Federal Reserve após dados de vendas no varejo mais fortes do que o esperado.

A China relatou mais de 20 mil novas infecções diárias por Covid-19 nos últimos dias, depois que o país flexibilizou algumas regras contra o vírus.

"O medo do aumento de infecções por Covid no país poderia forçar as autoridades a reverter para lockdowns mais amplos", disseram analistas do Maybank em uma nota.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,35%, a 27.930 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,15%, a 18.045 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,15%, a 3.115 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,41%, a 3.818 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,39%, a 2.442 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,01%, a 14.535 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,61%, a 3.286 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,19%, a 7.135 pontos.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5047 2984)) REUTERS CMO