Mercado abrirá em 57 mins
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,04
    -0,11 (-0,16%)
     
  • OURO

    1.816,10
    +1,60 (+0,09%)
     
  • BTC-USD

    37.976,99
    -194,32 (-0,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    941,24
    +14,48 (+1,56%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.110,53
    -13,33 (-0,19%)
     
  • HANG SENG

    26.204,69
    -221,86 (-0,84%)
     
  • NIKKEI

    27.728,12
    +144,04 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    15.110,75
    +37,25 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1211
    +0,0028 (+0,05%)
     

Ações da China fecham em alta após corte de compulsório pelo BC

·2 minuto de leitura
Telão na Bolsa de Valores de Xangai

XANGAI (Reuters) - O índice de blue-chips da China saltou nesta segunda-feira uma vez que o apetite por risco melhorou depois que o banco central afirmou que vai reduzir a taxa de compulsório para impulsionar a economia, superando qualquer preocupação dos investidores sobre novas sanções dos Estados Unidos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 1,25% mas, apesar de seu forte desempenho nesta segunda-fira, o índice acumula perdas de 1,5% no ano e está mais de 13% abaixo do pico de fevereiro.

Já o índice de Xangai teve alta de 0,67%, enquanto o índice de start-ups ChiNext Composite avançou 3,68%.

Analistas e economistas atribuíram os ganhos aos esforços da China para sustentar o ímpeto da recuperação econômica, uma vez que o Banco do Povo da China disse que vai cortar o volume de dinheiro que os bancos precisam manter como reservas, liberando cerca de 1 trilhão de iuanes em liquidez de longo prazo para sustentar a economia.

Por outro lado, os mercados mostraram pouca reação à decisão do governo norte-americano na sexta-feira de acrescentar 14 empresas chinesas e outras entidades a sua lista econômica de proibições por supostos abusos dos direitos humanos e fiscalização de alta tecnologia em Xinjiang.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 2,25%, a 28.569 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,62%, a 27.515 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,67%, a 3.547 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,25%, a 5.132 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,89%, a 3.246 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,87%, a 17.814 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,50%, a 3.147 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,83%, a 7.333 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos