Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,64
    +1,07 (+0,98%)
     
  • OURO

    1.825,40
    +0,60 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    20.833,40
    -244,08 (-1,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    454,29
    -7,51 (-1,63%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.889,57
    +18,30 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.084,50
    +44,00 (+0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5281
    -0,0160 (-0,29%)
     

Ações da China desafiam liquidação global e sobem conforme humor se inverte

Telão em Xangai mostra flutuações dos mercados acionários

Por Samuel Shen e Selena Li

XANGAI/HONG KONG (Reuters) - As ações da China subiram por uma terceira semana consecutiva, desafiando uma onda global de liquidação de ações desencadeada pelo medo de aumentos agressivos dos juros, uma vez que os investidores começam a ver a política monetária de Pequim como suporte para as ações que se beneficiarão da reabertura econômica depois da Covid e do estímulo massivo.

As ações chinesas também se beneficiam do fluxo de entrada de estrangeiros, refletindo uma forte inversão de humor em direção a um mercado que era evitado pelos gerentes de fundos globais há apenas um mês, em meio a preocupações com as duras restrições contra a Covid e com as consequências da guerra entre Ucrânia e Rússia.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou em alta de 1,39%, para uma máxima de fechamento de três meses e chegando a três semanas de ganhos. O índice de Xangai subiu 0,96% e o índice de Hong Kong Hang Seng avançou 1,1%.

As ações da tecnologia mostraram força em ambos os mercados. O mercado STAR estilo Nasdaq de Xangai recuperou quase 30% desde uma mínima em 27 de abril, enquanto o índice de tecnologia do Hang Seng saltou cerca de 34% desde a mínima de meados de março.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,77%, a 25.963 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,10%, a 21.075 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,96%, a 3.316 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,39%, a 4.309 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,43%, a 2.440 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 1,25%, a 15.641 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,02%, a 3.098 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 1,76%, a 6.474 pontos.

(Reportagem de Samuel Shen e Senlena Li; reportagem adicional de Jason Xue)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos