Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.240,83
    -223,22 (-1,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Ações da China caem; índice de Hong Kong sobe com esperança de acordo de auditoria

Investidores em frente a quadro eletrônico mostrando informações sobre o mercado acionário, em Xangai, China

XANGAI (Reuters) - As ações da China fecharam em baixa nesta sexta-feira, com surtos de Covid-19 e problemas imobiliários mantendo o sentimento dos investidores moderado, enquanto fornecedores de energia e fabricantes de chips lideraram o declínio.

Já as ações de Hong Kong subiram, impulsionadas pelas notícias de possível progresso nas negociações entre China e Estados Unidos para fechar um acordo de auditoria.

O índice CSI 300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com baixa de 0,2%, enquanto o índice de Xangai recuou 0,3%.

Mas o Hang Seng, de Hong Kong, ganhou cerca de 1%.

Na semana, o índice CSI 300 perdeu 1%, enquanto o Hang Seng avançou 2%, melhor desempenho em dois meses.

Os Estados Unidos e a China estão se aproximando de um acordo que permite que reguladores contábeis norte-americanos viajem a Hong Kong para inspecionar os registros de auditoria de empresas chinesas listadas nos EUA, informou o Wall Street Journal na quinta-feira.

A notícia também impulsionou outras ações asiáticas, enquanto operadores aguardavam ansiosamente um discurso do chair do Federal Reserve, Jerome Powell, para obter pistas sobre aumentos de juros.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,57%, a 28.641,38 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,01%, a 20.170 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,31%, a 3.236 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,21%, a 4.107 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,15%, a 2.481 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,52%, a 15.278 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,05%, a 3.249 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,79%, a 7.104 pontos.