Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.556,80
    +35,65 (+0,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

Ações da China ampliam ganhos com expectativas de reabertura

Painel eletrônico com informações de bolsas em Xangai

XANGAI (Reuters) - As ações de Hong Kong e da China ampliaram os ganhos nesta segunda-feira, conforme os investidores mantinham as apostas em uma eventual reabertura econômica, apesar da reafirmação de Pequim de suas rígidas políticas contra a Covid-19 no fim de semana.

Os mercados também aplaudiram o compromisso do presidente Xi Jinping com o crescimento econômico e a abertura na Shanghai International Import Expo, onde o regulador de valores mobiliários chinês prometeu atrair mais capital estrangeiro.

O índice Hang Seng de Hong Kong teve alta de 2,69%, depois de registrar a melhor semana em uma década.

O índice CSI 300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com ganho de 0,22%, enquanto o índice de Xangai subiu 0,23%.

Autoridades de saúde chinesas disseram no sábado que o país vai manter sua abordagem de "limpeza dinâmica" em relação aos casos de Covid-19 assim que surgirem, frustrando as expectativas de uma rápida reabertura da economia que alimentou os ganhos épicos da semana passada.

No entanto, as mesmas autoridades criticaram algumas regiões por seus lockdownss "igual para todos" e prometeram corrigir essas deficiências, dando aos investidores mais motivos para otimismo.

"No geral, achamos que a China está a caminho de relaxar seu controle, embora ainda esteja a meses de uma eventual virada", disse Tommy Xie, chefe de pesquisa da Grande China do OCBC Bank, em nota.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,21%, a 27.527 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 2,69%, a 16.595 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,23%, a 3.077 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,22%, a 3.775 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,99%, a 2.371 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 1,51%, a 13.223 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,36%, a 3.141 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,60%, a 6.933 pontos.