Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,61 (-0,70%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    34.700,61
    -3.591,69 (-9,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Ações de commodities impulsionam mercado europeu com expectativa de estímulo na China

·2 min de leitura
Operador na Bolsa de Valores de Frankfurt

Por Anisha Sircar e Ambar Warrick

(Reuters) - As ações europeias fecharam em alta nesta quarta-feira, sustentadas por papéis ligados a commodities, que avançaram na expectativa de mais estímulo na China, grande importadora, enquanto o alívio nos rendimentos dos títulos tirou a pressão do setor de tecnologia.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,65%, a 486,20 pontos, com os setores de recursos básicos e energia em alta de 3,2% e 2,3% respectivamente.

Os preços de commodities subiram depois que dados mais fracos que o esperado de inflação ao produtor na China mostraram mais espaço para afrouxamento monetário, o que deve levar o banco central a liberar mais dinheiro na economia.

As apostas em um aperto rápido da política monetária nos Estados Unidos diminuíram depois que o chair do Federal Reserve, Jerome Powell, disse que pode levar vários meses para tomar uma decisão sobre reduzir a carteira de 9 trilhões de dólares do banco central norte-americano.

Dados de inflação nos EUA para dezembro também vieram em linha com as expectativas, embora a taxa anual esteja em torno de máximas de 40 anos.

Os rendimentos dos títulos em ambos os lados do Atlântico recuaram, permitindo que as ações de tecnologia ampliassem a recuperação para um segundo dia. O setor avançou 1,5%.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,81%, a 7.551,72 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,43%, a 16.010,32 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,75%, a 7.237,19 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,65%, a 27.714,26 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,16%, a 8.770,30 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,40%, a 5.663,98 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos