Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.515,47
    +55,43 (+0,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

Ações de China e Hong Kong caem com surtos de Covid e riscos geopolíticos

Painel em Tóquio mostra cotações de ações

XANGAI (Reuters) - As ações da China e de Hong Kong caíram nesta quarta-feira, em meio às preocupações com o aumento de casos de Covid-19 na China e com os participantes do mercado avaliando os riscos após uma explosão na Polônia alimentar o medo de uma escalada da guerra entre Rússia e Ucrânia.

O índice CSI 300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com queda de 0,82%, enquanto o índice de Xangai caiu 0,45%. O índice Hang Seng de Hong Kong teve baixa de 0,47%.

Os mercados haviam se recuperado nas últimas duas semanas em função das medidas governamentais de apoio ao setor imobiliário e do relaxamento de Pequim de sua rígida política de Covid zero.

Mas o rápido crescimento das infecções pelo vírus nas principais cidades chinesas, incluindo Guangzhou, Pequim e Zhengzhou, estão alimentando as preocupações com a saúde econômica da China.

Na cena internacional, um foguete de fabricação russa caiu sobre a Polônia, membro da Otan, e matou duas pessoas, levantando a preocupação de que o conflito na Ucrânia possa sair de sua fronteiras. Moscou negou ser responsável por isso.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,14%, a 28.028 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,47%, a 18.256 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,45%, a 3.119 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,82%, a 3.834 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,12%, a 2.477 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,06%, a 14.537 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,28%, a 3.266 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,27%, a 7.122 pontos.